Notícias

BAIA LANÇA DISCO COM RELEITURAS DE DYLAN


Postado em 05/07/2019

BAIA LANÇA DISCO COM RELEITURAS DE DYLAN title=

Com 25 anos de carreira, 10 álbuns e um DVD, ao vivo no Circo Voador (RJ), o cantor e compositor Maurício Baia lançou o seu novo álbum: "Baia Bossa Dylan", dia 24 de maio, mesma data do aniversário de 78 anos do homenageado. Bai também lançou o clipe do primeiro single "Knocking on heavens door".

Neste novo álbum, oito músicas de Dylan foram gravadas no ambiente da Modern Bossa Nova, produzido e arranjado por Sandro Albert (conhecido por tocar e produzir nomes como: Dionne Warwick, Patty Austin, Leon Ware, James Ingram, Rod Stewart , Brenda Russell, Milton Nascimento, Lenine, Toninho Horta, Jorge Vercillo e outros), em Nova York. “Eu conheci o Sandro por uma amiga em comum, quando estive em NY alguns anos antes. Ele foi fundamental pra dar uma sonoridade internacional ao álbum, me colocando em contato com grandes músicos e engenheiros de som americanos. Sempre que encontro com ele, conheço alguém de dimensões históricas, como o baterista Phil Young, em nosso último encontro no Harlem”, conta Baia.

Morando nos Estados Unidos desde 2017, Baia e Sandro Albert juntaram músicos brasileiros e norte-americanos para esta gravação, como o baterista João Viana (filho de Djavan) que, além do pai, já tocou com Cassia Eller e Nando Reis. Outro nome de destaque é o do percussionista Bashiri Johnson que dividiu o palco ou estudio com monstros sagrados do tamanho de Miles Davis, Sting, Whitney Houston e Michael Jackson. Nesse primeiro disco em inglês Baia teve o auxílio luxuoso nos backing vocals das nativas do Brooklyn Iara Negrette e Pam Steebler.

Já a mixagem ficou a cargo do craque Kevin Killen. O produtor possui cinco Grammys e finalizou álbuns para nomes como Bon Jovi, David Bowie, Elvis Costello, Jewel, Kate Bush, Peter Gabriel, Shakira e Tori Amos.

Sendo uma grande referência mundial, Bob Dylan inspira roqueiros, poetas, rappers, o country e o gospel de nossa grande música popular brasileira, além de uma infinidade de fãs ao redor do mundo.

Recentemente premiado com o Prêmio Nobel de Literatura, Dylan chegou a ser considerado o maior poeta vivo. Certamente foi também uma fonte de inspiração para Baia, que encontrou um olhar diferente ligando algumas baladas do autor ao universo da Bossa Nova, um estilo brasileiro mundialmente consagrado.

Nova York foi escolhida por ser o local onde Dylan iniciou suas apresentações, por volta de 1961. O disco passa por essa experiência da atmosfera nova-iorquina, com shows de lançamento nos Estados Unidos. Ainda não há previsão de datas para shows no Brasil, mas espera-se que as apresentações aconteçam antes do fim de 2019.

“Minha humilde intenção é, além de presentear o homenageado, alcançar os corações dos amantes de Bob Dylan e da Bossa Nova, com essa combinação alquímica de estilos”, diz o artista que conta com várias apresentações em festivais e shows na Europa e nos EUA.

“A universalidade do trabalho de Bob Dylan possibilita que públicos diferentes sejam absorvidos por seu mundo poético superpremiado. Guns n Roses foi um exemplo, quando gravaram "Knocking on heaven´s door" atingiram uma nova geração, acabou por ser um trabalho "Forever young", esse disco oferece um olhar rejuvenescido ao engajá-lo em diferente e elegante ambiente musical” conclui o produtor Sandro Albert.

A direção do videoclipe de "Knocking on heavens door" ficou a cargo de Christian Pollock, renomado diretor de criação e artístico novaiorquino, que trabalhou na produção de filmes com Jay-Z, Nas, Eminem, Chuck D, Wu-Tang e Patti Labelle. Pollock também é o responsável pela arte da capa do álbum.

O disco está disponível em formato digital, nas principais plataformas do gênero. Assista abaixo clipe do primeiro single.







Esta nota foi lida 191 vezes.


Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z