Entrevistas Exclusivas

Confira a nossa entrevista com ERIK JOEY


Postado em 01/07/2013

ERIK JOEY WIDTH=

Erik Figueiredo acaba de lançar o single “Refúgio”, primeiro de sua carreira solo. Para quem não está associando o nome ao artista com os trabalhos apresentados pelo GM, Erik é vocalista da banda paranaese Gêiser. Fizemos uma entrevista com o artista, onde ele nos revelou detalhes de sua carreira solo, falou sobre o Gêiser e contou-nos mais um pouco sobre o novo single.


GM: Em primeiro lugar, parabéns pelo trabalho solo. Vi que o som segue um pouco da estética do trabalho com a banda Gêiser. É isso mesmo?

ERIK: Olá, muitíssimo obrigado! Sim, o som segue a estética da Gêiser, pois como além da voz, algumas das ideias e composições no trabalho com a banda, vinham de mim, foi inevitável a semelhança. Nada mais é do que uma continuidade do trabalho anterior.

GM: Falando na banda, conte sobre essa pausa da banda.

ERIK: Assim como acontece com muitas outras bandas, o Gêiser sofreu o desgaste natural decorrente do tempo. Foram 10 anos de estrada e chegou um momento em que já estávamos saturados. Cada um foi para um lado, cuidar de suas vidas. Nós continuamos amigos, porém já não nos vemos mais com tanta frequência como antigamente.

GM: Soube que o trabalho teve boa repercussão fora do país também. Pode nos falar um pouco sobre isso?

ERIK: É incrível a forma que hoje, através da internet, podemos difundir informações e ultrapassar barreiras no compartilhamento de conteúdos. Alguns formadores de opinião do exterior descobriram o Gêiser pelo MySpace da banda. Fiquei muito feliz com os diversos comentários parabenizando nosso trabalho além de saber que nossas músicas estavam rolando em rádios da Venezuela, Espanha e EUA.

GM: Voltando ao seu novo single, chegar a 1 milhão de visualizações em apenas um dia te pegou de surpresa?

ERIK: Pegou sim! (Risos) Na realidade fiz o clipe e a música sem pretensão nenhuma de qualquer coisa. Esta canção eu havia escrito apenas para dar de presente à minha namorada. Depois que terminei a gravação, pensei comigo: “E por que não fazer um videoclipe junto com ela!?”. Era pra ser algo apenas para nós, para guardarmos de recordação.

GM: Como foi gravar todos os instrumentos? Isso é o que podemos realmente chamar de trabalho solo né? (risos)

ERIK: Foi maravilhoso! Gosto muito de elaborar e gravar cada um dos instrumentos. Assim tenho mais liberdade para fazer as coisas da forma que as idealizo em minha mente, sem perder a diretriz do momento da concepção da canção.

GM: Pode adiantar algumas novidades futuras para os leitores do GM?

ERIK: Posso adiantar que tenho um álbum de inéditas para entrar no forno. Recheado de composições pop/rock e baladas românticas.

GM: Agradecemos a entrevista e desejamos sucesso nessa nova empreitada!

ERIK: Eu que agradeço a oportunidade e deixo aqui um forte abraço para você e todos os leitores do GM. E não deixem de ouvir “Refúgio”. (Risos)





Esta entrevista foi lida 1366 vezes.