Resenha do Cd 2020 / Bon Jovi

2020 title=

2020
BON JOVI
2020

UNIVERSAL MUSIC
Por Anderson Nascimento

Particularmente acho bem ruim quando um artista lança um álbum com o título fazendo alusão ao ano de lançamento do trabalho, o projeto obviamente já nasce datado, e assim permanece por toda a eternidade.

2020, 15º álbum da banda americana já começa mal por assim dizer: nome ruim e capa ruim, mas quando ouvimos o trabalho... nada muda, o disco é fraco, bem fraco. Por mais que o título pareça ser uma alusão à esse terrível ano, Jon Bon Jovi afirmou que o título na verdade se refere ao ano de eleição para presidente nos Estados Unidos, e que quis passar a ideia de reflexão com a foto que ilustra a capa.

A abertura traz o segundo single do disco, a faixa “Limitless”, até uma boa canção, que chega a lembrar o Bon Jovi do início dos anos 2000s. Também se saem bem canções como “Do What you Can”, sobre a pandemia e “Let It Rain”. Mas não se anime muito, pois o disco vai apresentar canções muito ruins como a tediosa “American Reckoning”, que possui um bonito apelo, que é falar sobre o acontecido com a morte do americano George Floyd.

No mais, as canções vão passando quase que despercebidas ao longo do disco, trazendo já no finalzinho outro destaque, a sua faixa mais pesada, “Brothers in Arms” (já viram esse título em algum lugar?).

Embora pareça que tenha sido escrita por conta da pandemia, “Unbroken”, faixa que põe os pregos no álbum, foi lançada como single em novembro do ano passado. Na verdade o disco traz apenas duas canções compostas durante a pandemia do Covid-19: as já citadas “Do What You Can” e “American Reckoning”.

No fim do álbum bate aquela decepção em ouvir um trabalho pálido e sem sal, também pudera, não há como esperar nada melhor em qualquer coisa que lembre esse ano maldito de 2020.

Resenha Publicada em 08/10/2020





Esta resenha foi lida 114 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas