New Document

Galeria Musical

Galeria de Músicas


Músicas

    1 - A Página do Relâmpago Elétrico
    A PÁGINA DO RELÂMPAGO ELÉTRICO
    BETO GUEDES
    1977
    Por Johnny Paul Soares







    Uma música atemporal. A Página do Relâmpago Elétrico é o álbum e a música cartão-de-visitas de Beto em sua carreira-solo. Em uma interpretação ímpar e que remete ao interior (Beto é de Montes Claros, radicado em Belo Horizonte) junto à sua guitarra fuzz, essa é uma página muito particular do mineiro. A semente do 14 Bis toca no disco: Flávio Venturini, Vermelho e Hely Rodrigues, além dos amigos do Clube da Esquina, como Toninho Horta e Tavinho Moura. Cláudio Venturini atuou como técnico de som. Atmosfera é a palavra-chave para descrever essa canção.

    2 - Feira Moderna
    AMOR DE ÍNDIO
    BETO GUEDES
    1978
    Por Johnny Paul Soares







    Composição de Lô Borges e Beto Guedes, com letra do saudoso Fernando Brant. Feira Moderna possui um ritmo tão instigante que é capaz de se isolar em um álbum de tantos clássicos como Amor de Índio. Beto, com seus 18 anos de idade, participou do V Festival Internacional da Canção interpretando a música, e o Som Imaginário também, sendo este grupo o primeiro a gravar essa preciosidade com muita alma e rock sujo no seu primeiro LP homônimo de 1970 (mesmo ano do FIC). Vale estar na lista!

    3 - O Medo de Amar é o Medo de Ser Livre
    AMOR DE ÍNDIO
    BETO GUEDES
    1978
    Por Johnny Paul Soares







    Ainda que fale de amor com uma injeção de ânimo, as músicas de Beto Guedes nunca sofreram com a mesmice e o cansaço, fazendo-se engolir qualquer evidência de intuito comercial. O Medo de Amar é o Medo de ser Livre saiu como single do seu LP Amor de Índio. Se quiser conferi-la ao vivo, procure pelo seu DVD Outros Clássicos (2010) e se emocione na abertura com O Medo de Amar... Clássico lado B!

    4 - Sol de Primavera
    SOL DE PRIMAVERA
    BETO GUEDES
    1979
    Por Johnny Paul Soares







    Essa pode ser, talvez, a música mais bonita da discografia de Beto Guedes. Sol de Primavera foi composta ao piano, sendo entregue a Ronaldo Bastos para colocar letra. Como era de praxe, Beto Guedes levou cerca de três sessões de estúdio apenas para colocar sua voz, dando tempo suficiente para Wagner Tiso melhorar o arranjo a cada tentativa. Harmonia, melodia, vocal e arranjo perfeito, algumas pessoas até arriscam pedir esse clássico do Beto Guedes em restaurantes e bares onde tenha um cantor e violonista de MPB ali na hora. Curiosidade: na capa do disco Sol de Primavera o pequi não aparece. O mineiro explica: O LP foi gravado em outubro, e pequi só dá em dezembro e janeiro... ia dar muito trabalho.

    5 - Canção do Novo Mundo
    CONTOS DA LUA VAGA
    BETO GUEDES
    1981
    Por Johnny Paul Soares







    Essa canção tem uma letra muito verdadeira que anda de mãos dadas com a refinada linha melódica. Eis aqui uma homenagem a John Lennon, morto em dezembro de 1980. Na capa do LP, há uma minúscula frase que diz “Este disco é dedicado a John Lennon”, e essa música é a que mais representa o eterno beatle e a tragédia ocorrida pouco tempo antes, quando Ronaldo Bastos foi direto ao escrever a letra: “Quem souber dizer a exata explicação/Me diz como pode acontecer/ Um simples canalha mata o rei em menos de um segundo”.

    5 - Objetos Luminoses
    ALMA DE BORRACA
    BETO GUEDES
    1986
    Por Johnny Paul Soares







    A produção final deu um quê do que a Zizi Possi fazia nos anos 80, e ela mesma faz uma participação nessa música, fazendo-me pensar que Beto acertou em cheio ao convidá-la, pois a voz dela se encaixou perfeitamente em um dueto inesquecível. “Alma Borracha” ganhou disco de ouro e “Objetos Luminosos” foi muito executada nas rádios da época.


BUSCA POR ARTISTAS

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

BUSCA INTERNA

ANIVERSARIANTES DE HOJE


ANUNCIANTES