New Document

Galeria Musical

Resenha de Livro

    LUZ E SOMBRA: CONVERSAS COM JIMMY PAGEAutores: BRAD TOLINSKI
    Editora: Globo Editora
    Artista: LED ZEPPELIN
    Ano: 2012

    Resenha por Valdir Junior
    Opinião do autor:
    Opinião dos leitores: 5.00 de um total de 1 votos





    Jimmy Page sempre foi avesso a entrevistas, desde os primeiros anos do Led Zeppelin quando muitos repórteres estavam mais interessados em “acabar” com a banda, focando-se mais nas arruaças e exageros que a banda cometia nas tours e nas especulações sobre o interesse de Page em magia e ocultismo do que propriamente no som que a banda fazia.

    Com o passar do tempo e dos anos, Page continuou reticente nas entrevistas que concedia, sendo muitas vezes enigmático ou mesmo “curto e grosso” deixando muitos repórteres aflitos e desesperados em entrevistá-lo, muito disso pela falta de preparo deles em procurar conhecer a história e a música de Page e serem francos e honestos em suas perguntas. Isso tudo ajudou a criar a mística de homem misterioso ao redor de Jimmy Page.

    Felizmente Brad Tolinski, editor chefe da revista “Guitar World” e também colaborador da revista “Revolver”, além de um grande admirador do trabalho de Page, fez justamente o contrário. Com este livro Brad faz um apanhado de várias entrevistas realizadas nas últimas décadas por ele com Page, onde através de seu conhecimento prévio de musica conseguiu se comunicar com Page de forma mais direta, conseguindo com isso que Page se soltasse mais e falasse de coisas que normalmente deixaria de lado, como seu interesse pela obra do ocultista Aliester Crowley e detalhes da produção dos discos e das músicas do Led Zeppelin.

    O livro percorre toda a carreira de Page, do início do seu interesse por música e pela guitarra, o trabalho como músico de estúdio em Londres, Yardbirds, Led Zeppelin, até os dias atuais, através das entrevistas com Page e outros músicos como Jeff Beck, John Paul Jones, Jack White e Paul Rodgers entre outros que trabalharam e dividiram os palcos e estúdios com ele. Com isso conseguimos ter uma visão única, cheia de detalhes, que enriquecem e jogam luz sobre muito de sua história e de sua música.

    Para os mais aficionados nos instrumentos utilizados por Jimmy Page em suas principais gravações com o Led Zeppelin, há um capítulo com o levantamento e descrição dos mais emblemáticos deles, com comentários de Page sobre cada um (infelizmente não há fotos dos mesmos).

    Em “Luz e sombra: Conversas com Jimmy Page”, encontramos um músico que sempre vive e sempre viveu, para o bem e para mal, em função de sua música e, mesmo com o passar de todos esses anos, sabe que seu trabalho não terminou e ainda há muitas idéias para serem colocadas em prática e que “a canção permanece a mesma”.

    Resenha publicada em 06/03/2014





    Esta resenha foi lida 1793 vezes.



Classifique o livro!



BUSCA POR ARTISTAS

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

BUSCA INTERNA

ANUNCIANTES



outras resenhas do mesmo artista


CDs


DVDs