Resenha do Cd Unplugged Mtv / Liam Gallagher

UNPLUGGED MTV title=

UNPLUGGED MTV
LIAM GALLAGHER
2020

WARNER MUSIC
Por Anderson Nascimento

Munido de dois álbuns solo, Liam Gallagher se acomodou no palco do Hull City Hall, no dia 3 de agosto de 2019, para entoar alguns de seus sucessos solo e, claro, de sua banda mais famosa, o Oasis.

Com a marra de sempre, mas muito bem fundamentada, Liam, conhecedor de sua importância para a história da música a partir do fim do século 20, estava à vontade e orgulhoso do quão relevante são seus trabalhos, não só com o Oasis, mas destes dois bons álbuns solo lançados após o fim de sua banda Beady Eye.

É assim, com orgulho, que Liam enche os peitos para abrir a apresentação com “Wall of Glass”, canção que também abre o seu primeiro álbum solo, “As You Were”, lançado em 2017.

Catártico, o público grita o seu nome, como em uma seita, e goza ao ouvir uma versão dulcíssima de “Some Might Say”, lançada há 25 anos no álbum que entronou de vez o Oasis como maior banda britânica daquele tempo.

Deve ter sido difícil escolher o repertório do Oasis que faz parte desse show, afinal a banda possui dezenas de singles e canções bem sucedidas. Mas a escolha traz algo de lógico e apropriadamente efetivo para o evento, com canções mais suaves como “Sad Song” e “Cast no Shadow” (pela primeira vez na voz de Liam), enquanto “Stand By Me” e “Champagne Supernova”, também baladas, mas que carregam uma pegada intensa em suas versões originais, aqui elas aparecem em formato mais comportado.

No disco, Liam dividiu igualmente o repertório com 5 canções do Oasis e 5 de sua carreira solo, enquanto que as canções do Beady Eye foram deixadas de fora do trabalho. Mas na apresentação original foram gravadas mais 5 músicas que ficaram de fora da versão final do disco, sendo 3 do “As You Were”, 1 do “Why Me, Why Not”, e o cover de “Natural Mystic”, de Bob Marley e The Wailers. Quem sabe essas canções, não saem em uma provável edição em DVD/Blu-Ray?

Já de seu repertório solo, há mais uma oportunidade para quem não se atentou para a belíssima “Now That I Found You”, do “Why Me, Why Not” (2019), que ganhou coros e harmonia mais tenra que a da versão original.

Liam devia uma apresentação como essa à MTV, pois quem lembra a história, o acústico do Oasis, que gerou uma imensa expectativa na época, foi gravado sem o seu principal vocalista, já que Liam estava com problemas na garganta. Ainda sobre Oasis, vale ressaltar a participação de Paul Bonehead, integrante oficial do Oasis, nas canções da banda presentes neste Unplugged.

Não é necessário dizer que o disco fez (e ainda está fazendo) muito barulho, chegando ao topo das paradas britânicas, e tornando-se o quinto disco mais vendido de 2020, até agora. Vida longa Liam!

A seguir setlist com a ordem do show que deu origem a disco, ao lado álbum em que a canção apareceu originalmente:

1. Wall of Glass - As You Were
2. Greedy Soul - As You Were
3. Bold - As You Were
4. For What It's Worth - As You Were
5. Now That I've Found You - Why Me, Why Not?
6. Why Me? Why Not. - Why Me, Why Not?
7. One of Us - Why Me, Why Not?
8. Natural Mystic – Cover de Bob Marley
9. Sad Song - Definitively Maybe (Oasis)
10. Some Might Say - (What’s The Story) Morning Glory? (Oasis)
11. Cast No Shadow - (What’s The Story) Morning Glory? (Oasis)
12. Once - Why Me, Why Not?
13. Gone - Why Me, Why Not?
14. Stand by Me – Be Here Now (Oasis)
15. Champagne Supernova - (What’s The Story) Morning Glory? (Oasis)

Resenha Publicada em 01/10/2020





Esta resenha foi lida 141 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas