Resenha do Cd Vida Nova / Edu Leal

VIDA NOVA title=

VIDA NOVA
EDU LEAL
2011

INDEPENDENTE
Por Anderson Nascimento

“Vida Nova” é o primeiro trabalho autoral do violonista, compositor e arranjador Edu Leal, que apresenta uma espécie de coletânea de doze anos de composições suas interpretadas por belas vozes de nossa MPB, em cima de arranjos e produção do próprio Edu.

A primeira faixa traz a beleza da letra de “Ar” (Edu Leal / Vilmar Rossi Filho), untada com vários elementos da natureza em sua composição, e interpretada pela bela voz do cantor Zé Renato.

A sequência traz a apaixonante “Vou Ver-Te”, com a cantora Leila Pinheiro, sempre se apropriando das canções que ela canta, coberta de arranjo riquíssimo, que urde o cello de Júlio Ortiz e o violino de Rodolfo Lóta.

Outra participação que abrilhanta a obra é a da cantora paulista Adriana Godoy, que participa das canções “Não Dá Pé” (Edu Leal – Carlos Rennó), uma das melhores do álbum, que carrega uma relevante bandeira ambiental, e “Espiral” (Edu Leal / Valdir Lira).

A cantora Bia Góes, empresta a sua voz a “Crepúsculo” (Edu Leal), canção bastante característica, que navega em algo que descrevo como “Bossa Nova Progressiva”, quem já ouviu a canção, entende exatamente o que quero dizer. A outra canção interpretada pela cantora paulista é “Ações” (Edu Leal).

“Viola-Violões” (Edu Leal / Valdir Lira), traz Filó Machado em uma interpretação que chega a lembrar de artistas como Milton Nascimento e João Bosco. Já em “Vida Nova” (Edu Leal), o cantor une sua bela voz a arranjos que beiram a perfeição, contando novamente com cello, violino e o piano de Fernando Cardoso, que unidos ao violão de Edu Leal e o discreto acompanhamento de bateria de Alex Buck, dão vida à faixa título do disco. Filó ainda interpreta uma terceira canção, “Revoada dos Astros” (Edu Leal / Frederico Neves), um sambinha de temática nacional.

Fecham o disco “Mistérios” (Edu Leal), interpretada pela cantora Édria Barbiere, e “Lógica Absurda da Tristeza” (Edu Leal / Rubens Góes), na voz de Roger Troyjo, e “Seu Ozzy” (Edu Leal), canções instrumentais que unem Edu Leal ao seu violão, assim como ocorre na canção “Esperando” (Edu Leal).

Intérprete em várias bandas de MPB, Jazz e Rock Progressivo, Edu Leal tem sua experiência musical marcada pela integração entre música instrumental e canção, tendo participado de vários festivais de música. De acordo com o músico, seu anseio artístico é contribuir com um tijolinho a mais na construção das fronteiras menos rígidas entre o universo da canção e da música instrumental.

Com um trabalho repleto de belezas sonoras e sensações psíquicas as quais as canções te proporcionam um passeio no pequeno barco que ilustra a capa, certamente Edu está no caminho certo em busca de seus objetivos.

Resenha Publicada em 11/09/2012





Esta resenha foi lida 1199 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



LOJALOUCOSPORMUSICA - camisetas, miniaturas, chaveiros

Acesse: https://www.loucospormusica.com/

Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas