Resenha do Cd Volta / Ana CaÑas

VOLTA title=

VOLTA
ANA CAÑAS
2012

SOM LIVRE
Por Valdir Junior

Terceiro CD da cantora Ana Cañas (o ultimo foi Hein? de 2009) nele encontramos uma cantora mais madura e sabendo ainda mais “O Que Quer e Para Que Veio". Assumindo um maior controle de seu trabalho (criando sua própria gravadora “Guela Records") e seguindo uma linha evolutiva que vem crescendo desde seu primeiro Álbum (Amor e Caos, de 2007).

Se no primeiro CD a sonoridade e as canções tinham uma cara bem Jazz e Blues, (estilos que Ana conhecia bem desde seu inicio como cantora em bares de São Paulo), e o segundo produzido por Liminha trazia uma sonoridade mais Pop Rock (com participações de Arnaldo Antunes, Dadi e Gilberto Gil) em “Volta" encontramos tudo isso e mais um pouco de Bolero e Rock and Roll , aumentando as direções e horizontes em que sua musica trafega e emociona.

Duas coisas chamam a atenção no novo CD, a qualidade das canções autorais e a sonoridade da gravação realizada “Ao Vivo" (com todos músicos juntos na mesma sala criando um som mais orgânico e vivo). Produzido por Ana Cañas junto com os músicos Fabá Jimenez e Fabio Sá e gravado em um estúdio numa chácara do Rio de Janeiro e também em São Paulo e masterizado em Londres, ouvindo o CD parece que a Ana e os músicos estão bem ali na sua sala tocando para você , enchendo todo o ambiente com sua presença e musica .

Optando pelo lema “Menos é Mais" Ana consegue criar arranjos perfeitos que interagem a sua incrível e linda voz com Violões,Baixo Acústico, Percussão,Guitarra e Bateria (completa em apenas duas faixas) e ressaltam e completam ainda mais os significados, emoções e sentimentos que as letras trazem fazendo o ouvinte viver e revive-las de uma forma tão intensa e catártica .Destaque para as faixas : “Será Que Você Me Ama?" (Ana Canas / Dadi), “Volta", "Falta", "Amar Amor" (Ana Cañas / Dadi) e “Non Quiero Tus Besos" (Ana Cañas / Natalia Lafourcade) e “Feito Pra Mim". Destaque também para a própria Ana tocando Violão e Guitarra na grande maioria das musicas.

Outro grande acerto de “Volta" são as regravações de “Rock and Roll" (Led Zep) com uma levada acústica de fazer Jimmy Page e Robert Plant darem sorrisos de felicidades e orgulho, “La Vie Em Rose" (Edith Piaf), “My Baby Just Cares For Me" já gravada por Nina Simone e “Stormy Weather" por Billie Holyday entre outros. Nas quais Ana consegue fazer suas versões serem tão pessoais que só fazem esse clássicos serem mais atuais e presentes e cheios de novos detalhes que sua interpretação deixa ainda mais evidentes .

“Volta" é um CD Viceral, Arrebatador, Intenso, vivo e mostra uma artista plena que está no começo de sua jornada musical e artística, e já possui um refinamento e competência que só tem a crescer no decorrer dos próximos trabalhos.


Resenha Publicada em 20/01/2013





Esta resenha foi lida 1259 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas