Resenha do Cd Coração Inevitável / Ana CaÑas

CORAÇÃO INEVITÁVEL title=

CORAÇÃO INEVITÁVEL
ANA CAÑAS
2013

SOM LIVRE
Por Valdir Junior

Primeiro álbum ao vivo da carreira de Ana Canãs, uma das mais belas e versáteis vozes femininas que apareceram nos últimos tempos na música brasileira. “Coração Inevitável” é o registro em CD e também DVD do show do álbum anterior de Ana, o excelente “Volta”, show esse que correu o Brasil e tinha a direção luxuosa de Ney Matogrosso.

Gravado em Maio de 2013 em São Paulo, no Teatro Geo, o CD traz Ana acompanhada pela mesma banda que gravou o álbum de estúdio “Volta”, e tanto Ana quanto a banda conseguem transparecer em cada música o nível de interação deles, fazendo com que cada interpretação deixe uma sensação de divertimento e alegria que contagia tanto o público presente no dia da gravação quanto o ouvinte do CD.

O repertório do CD é divido entre músicas do álbum “Volta”, regravações, três faixas inéditas e apenas uma música, “Esconderijo”, dos álbuns anteriores de Ana. Um dos grandes destaques do CD é a participação especialíssima de Nando Reis em "Pra Você Guardei o Amor", faixa composta e gravada por ele, com a participação de Ana, no álbum dele de 2009 “Drês” e também na inédita"Você Bordado" parceria de Ana com Nando.

Uma das marcantes características de Ana Canãs como intérprete, é conseguir fazer com que cada música que ela cante, tome vida, e como numa poesia sendo lida, acabe sendo uma declaração de peito aberto ao mundo dos sentimentos ali presentes. Destaque para "Codinome Beija-Flor" (Cazuza/Ezequiel Neves/R.Arias), "Retrato Em Branco e Preto"(Chico Buarque/Tom Jobim), “Escândalo” (Caetano Veloso) e a faixa bônus de estúdio "Acalanto para Helena"(Chico Buarque) aqui em uma versão bem bluesy com uma bela slide guitar acústica.

As inéditas, "Te Ver Feliz" com a sua vibração alegre e positiva e a roqueira “Traidor” são duas faixas que tem tudo para se tornarem hits dentro do repertório de Ana. Dentro das músicas do “Volta” três faixas se destacam em suas versões ao vivo: “Urubu Rei”, “Dificil” e "No Quiero Tus Besos".

“Coração Inevitável” já demarca um etapa dentro da curta discografia de Ana Canãs, mostrando o quanto ela já evoluiu desde seu primeiro CD Amor e Caos de 2007, e já nos prepara para aos próximos passos musicais dessa grande cantora.

Resenha Publicada em 22/12/2014





Esta resenha foi lida 926 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas