Resenha do Cd Alimentar / Guto Goffi

ALIMENTAR title=

ALIMENTAR
GUTO GOFFI
2012

MUTANTE
Por Anderson Nascimento

Membro fundador e baterista do Barão Vermelho, Guto Goffi dá voz e vida a várias de suas composições inéditas. Gravado a partir de 2005, o disco inicialmente foi concebido com a participação de Claudio Gurgel (guitarra) e Luciano Lopes (teclado), o que serviu de matéria prima para que mais de sessenta músicos convidados fossem convidados a incrementar o recheio do álbum.

De tons minimalistas, “Despertar Seu Coração” e “Doce Guanabara” abrem o disco desfilando uma Bossa Nova e Samba – estilo onde o artista se destaca mais no álbum -, em letra e música de Guto e João de Aquino. No caso da segunda, uma das canções mais requintadas do disco, temos um arranjo instrumental irrepreensível, com direito a cuíca, agogô, trompete, bongô e tamborim, o que enriquece incrivelmente a faixa.

Além disso, ainda há surpresas interessantes nesse álbum, como a participação de seus amigos do Barão, e do Tico Santacruz, vocalista da banda Detonautas. Como músicos, o disco ainda se dá ao luxo de contar com gente do naipe de, entre outros, Dé, Laudir Oliveira, Arthur Maia e Rodrigo Netto (Detonautas), músico já falecido.

Já mais descontraída, “Zé Carioca” (Guto Goffi, Fernando Magalhães, Maurício Barros) é outro grande momento do álbum, a letra destaca o típico cidadão que se assemelha com o famoso e malandro personagem dos quadrinhos Disney.

O disco segue em um crescendo, desbravando os caminhos do Rock na pesada “O Amor Não Se Destrói Asssim” (Gutto Goffi, Rodrigo Netto). Revelando a heterogenia do disco, a canção “No Coração das Palavras” (Guto Goffi, Frejat, Maria Hernandez) passeia por uma transcendente sonoridade que urde cítaras e tablas à bandolim e pandeiro, e é seguida pelo tango de “O Último Beijo” (Guto Goffi, Cláudio Gurgel), até chegar novamente ao Rock de “Simples” (Guto Goffi, Rodrigo Netto, Tico Santa Cruz, Renato Rocha), que se divide entre a delicadeza do vocal de Guto e a áspera e pesada parte cantada pelo vocalista do Detonautas, o que resulta em outro momento marcante do álbum.

“Olho No Olho” (Guto Goffi, Frejat, Dé, Maurício Barros, Maria Hernandez) vai agradar (e muito) aos fãs do Barão Vermelho, pois a faixa segue a linha da banda de Guto, apresentando no acompanhamento o próprio Barão Vermelho em formação original – fato que não acontecia desde 1986 - com o próprio Frejat na voz, vocais e guitarra.

Após “Oração” (Gutto Goffi), faixa dedicada ao produtor Ezequiel Neves, falecido em 2010, o disco traz outra surpresa, a participação da banda Os Britos (Rodrigo Santos, George Israel, Nani Dias e o próprio Guto) na faixa “Pra Tudo Acontecer” (Guto Goffi, George Israel, Nani Dias, Rodrigo Santos), no melhor estilo anos sessenta.

No site oficial do artista, ainda estão outras doze faixas inéditas e extraídas das mesmas sessões de gravação do disco, caso da belíssima “Sobre as Coisas” (Guto Goffi, Luciano Lopes), que traz a participação do Paulo Ricardo (RPM) nas vozes principais. Todas as faixas bônus possuem sua devida ficha técnica e podem ser ouvidas em streaming no site.

Trabalho de acabamento refinado, “Alimentar” apresenta Guto Goffi oferecendo um cardápio diversificado em dez faixas interessantes, que revelam várias outras facetas do eterno baterista do Barão Vermelho.

Resenha Publicada em 26/04/2013





Esta resenha foi lida 1519 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





LOJALOUCOSPORMUSICA - camisetas, miniaturas, chaveiros

Acesse: https://www.loucospormusica.com/

Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas