Resenha do Cd Silver Rails / Jack Bruce

SILVER RAILS title=

SILVER RAILS
JACK BRUCE
2014

IMPORTADO
Por Anderson Nascimento

Embora a faixa de abertura “Candlelight” não empolgue muito, o novo disco solo de Jack Bruce, célebre baixista do Power trio Cream, “Silver Rails” tem ótimos momentos, incluindo alguns que certamente vão ficar marcados pra sempre em sua carreira.

E esses momentos ocorrem justamente quando Bruce soa como o Cream, caso de faixas como “Rusty Lady” (faixa sobre Margaret Thatcher), “Hidden Cities” e “Drone”, esta última se revestindo de sotaque moderno e ácido.

Apesar de ter momentos terríveis como “Industrial Child”, faixa que me causou até um certo desconforto por sua harmonia vocal lembrar “She’s Leaving Home” dos Beatles – será que o fato de o disco ter sido gravado em Abbey Road tem a ver com isso? - o álbum tem saldo positivo.

“Fields of Forever”, terceira faixa do disco, e primeira a empolgar, possui refrão grudento que se destaca pelo matador acompanhamento ao piano e metais que adornam toda a faixa. Assim, fica claro que o disco não quer cair na tentação de repetir os melhores momentos da carreira de Jack Bruce e, apesar de às vezes soar datado, o disco passeia por sonoridades que farão sorrir o regular ouvinte do artista, como prova a setentista “Reach For The Nigth” e a pérola “Don’t Look Now”, que, de forma aparentemente improvável, lembra momentos mais Pops do Pink Floyd.

Enquanto em “Keep It Down”, outra das melhores do disco, baseada em fraseados de órgão e conduzida por uma guitarra que torna a faixa luxuosa, parece ser o melhor momento do disco, a faixa de encerramento “No Surrender” garante que o melhor ficou mesmo para o final, sacudindo o ouvinte de forma impressionante, provando que novos clássicos estão sobrevoando por aí, prontos para surgir, bastando para isso ter criatividade e ficar longe da comodidade que alguns veteranos insistem em praticar.

Aos 71 anos e recuperado de um traumático câncer no fígado, Jack Bruce apresenta um álbum digno de sua carreira. Vale a ouvida!

Resenha Publicada em 22/05/2014





Esta resenha foi lida 980 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas