Resenha do Cd Dentro De Mim Cabe O Mundo / Monique Kessous

DENTRO DE MIM CABE O MUNDO title=

DENTRO DE MIM CABE O MUNDO
MONIQUE KESSOUS
2016

MLM
Por Anderson Nascimento

Chegando ao seu terceiro álbum autoral a cantora, compositora e multi-instrumentista Monique Kessous apresenta em “Dentro de Mim Cabe o Mundo” uma sonoridade madura, que consegue ser genuinamente brasileira e, ao mesmo tempo, dar o seu recado em linguagem universal.

O disco agrega diversas participações especiais, seja nos instrumentais, ou em composições, caso de Paulinho Moska em “Por Causa do Meu Pensamento” (Paulinho Moska), linda balada interpretada de forma divina pela cantora, e “O Círculo” (Kevin Johansen, vs. Moska), que se destaca pelo seu incrível arranjo instrumental.

Mas não há como não exaltar “Meu Papo é Reto” (Monique Kessous, Chico Cesar), nova pérola de nossa MPB, que agrega participação luxuosa de Ney Matogrosso, que por sua vez se sente mais que à vontade interpretando de forma arrepiante a canção resultante da parceria entre Monique e o paraibano Chico César.

A cantora brilha em suas interpretações nas mais diversas nuances que o álbum espalha, tais como o Tango de “Me Ama, me adora, bem me quer sim” (Monique Kessous, Denny Kessous), o sambinha refinado de “Acorde” (Monique Kessous), ou quando parece receber as influências de outras cantoras como Marisa Monte em “Pedaço de Ilusão” (Monique Kessous) e “Eu Sem Você” (Monique Kessous), ou “Aqui Tem” (Monique Kessous) que possui levada que remete à Clara Nunes.

A cantora também abala corações na romântica “Aonde Eu For” (Monique Kessous, Denny Kessous), melhor gravação do disco, sabe ser Pop como se espera que um comercial de TV seja em “Seja Agora” (Pedro da Silva Martins), e fazer festa como a cantora o faz em “Todo Mundo Quer” (Monique Kessous, Denny Kessous).

Apesar de minimalista, o disco é instrumentalmente rico, e conta com feras como Davi Moraes (guitarra), Dadi (baixo), Thiago Silva (bateria), Alberto Continentino (baixo), Jessé Sadoc (trompete), Marcelo Caldi (Acordeon), Marcelo Callado (bateria), Jesse Haris (violão), Domenico Lancelloti (bateria), Pedro Sá (guitarra), Daniel Jobim (piano), Moska (guitara), dentre tantos outros que ajudam na pluralidade do álbum.

Com produção da própria artista e coprodução de Bernardo Ceppas, o novo álbum de Monique Kessous firma a cantora como uma das mais talentosas de sua geração, mostrando a sua natural evolução como compositora, cantora e instrumentista, ou seja, Monique se mostra cada vez mais como uma artista completa.

Em um ano até agora sem tantas novidades no meio musical, já não acho que seja arriscado dizer que “Dentro de Mim Cabe o Mundo” certamente fará parte das indefectíveis listas de melhores do ano, com justiça!

Resenha Publicada em 22/07/2016





Esta resenha foi lida 1544 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas