Resenha do Cd Bem-vindo Ao Mundo Daqui / Hananza

BEM-VINDO AO MUNDO DAQUI title=

BEM-VINDO AO MUNDO DAQUI
HANANZA
2016

INDEPENDENTE
Por Anderson Nascimento

Com doze anos de carreira, a cantora Hananza chega ao seu disco solo “Bem-Vindo ao Mundo Daqui”, trazendo 10 gravações que apresentam o seu som, resultado de uma mistura bem azeitada de Soul, Pop e Jazz.

A faixa que abre o CD “Quem Sabe Eu Me Levante Rei” (Hananza, Marcus Kenyatta) é uma linda balada Pop de pegada Soul e traduz muito bem a proposta do disco. Mostrando talento também na escrita, o disco traz 8 faixas autorais entre as 10 canções do álbum, as outras duas são 1 regravação e 1 canção inédita de Alana de Andrade, irmã da cantora.

O cantor Max Viana, filho de Djavan, aparece já na segunda canção, “Aval” (Hananza, Marcos Lacerda), fazendo um belo dueto com a artista. Djavan, aliás, teve a sua canção “Nuvem Negra” (Djavan) também cantada por Hananza na quinta faixa do disco.

Dentre os vários bons momentos vale destacar a música “Meninice” (Hananza), faixa que inclusive ganhou um videoclipe que fez bastante sucesso nas redes sociais, ultrapassando as 5 mil curtidas na primeira semana de lançamento.

Outros momentos que valem o destaque são “Bom Dia” (Alana de Andrade), faixa que traz instrumental e interpretação perfeita, e “Opaca” (Hananza), novamente com uma dobradinha voz-instrumental nada menos que sensacional! A faixa título, “Bem-Vindo Ao Mundo Daqui” (Hananza, Mario Portella) tem letra bastante original, e vale notar a perspicácia da cantora ao traçar um paralelo entre as brincadeiras de criança e a vida adulta.

Com produção de Marcus Kenyatta o disco desce muito bem ao longo de seus 31 minutos, mostrando o talento da artista como cantora e compositora e, além disso, que a nossa MPB está cada vez mais bem servida de jovens talentos.

Resenha Publicada em 12/09/2016





Esta resenha foi lida 782 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas