Resenha do Cd This Way Up / Brian Ray

THIS WAY UP title=

THIS WAY UP
BRIAN RAY
2010

IMPORTADO
Por Valdir Junior

“This Way Up” lançado em 2010 é o 2° CD solo da carreira do guitarrista e compositor Brian Ray. Carreira essa que começou em 1972 quando Brian tinha apenas 14 anos, de lá para cá foram vários trabalhos com os principais e mais importantes músicos da musica americana e mundial como Peter Frampton, Rita Coolidge, Michael Steele (da banda The Bangles) e Smokey Robinson, entre outros, com destaque para o longo período em que ele foi guitarrista e diretor musical da banda da cantora e lenda do blues Etta James, e desde o ano de 2002 Brian ficou mais conhecido como o guitarrista/baixista da atual banda do eterno Beatle, Paul McCartney.

Vindo da boa recepção do seu primeiro e excelente CD “Mondo Magneto” (2006) que foi lançado pelo seu próprio selo independente “Whooray Records”, e energizado pelas turnês com “o Velho Macca”, uma nova safra de musicas compostas, muitas delas em parceria com seus amigos Oliver Leiber (filho de Jerry Leiber da mítica e histórica dupla de compositores de Rock dos anos 50 e 60 “Leiber&Stoller”), Tonio K. e Abe Laboriel Jr., “This Way Up” começou a ser gravado entre um dos intervalo das turnês feitas com Paul.

Produzido pelo próprio Brian Ray, “This Way Up” é um álbum repleto de grandes canções, cheio de climas, passagens e texturas sonoras que enriquecem a qualidade das músicas e contagiam o ouvinte, trazendo tudo aquilo que queremos ouvir em um álbum de Rock: canções fortes, refrões marcantes, melodias grudentas, riffs e solos de guitarra com muito groove, distorção, feeling e eletrizantes,acompanhados de vocais fortes e perfeitos e backing vocals com grande influencia da musica típica dos 60’s e 70’s de bandas como Stones, Beach Boys, Beatles e etc.

Todas as músicas do álbum podem ser consideras “hits”, todas tem o potencial necessário para se tornarem “a sua musica favorita de todos os tempos”. Da ensolarada e vibrante “Saturday in The Sun” que até parece uma mini-sinfonia com passagens calmas e outras mais agitadas, acompanhadas da guitarra de Brian que pontua toda a música com riffs e links maravilhosos, fazendo contraponto com os backing vocals bem ao estilo dos Beach Boys. “I Found You” com sua batida ritmada e groove de guitarra estigmatizaste não deixa ninguém indiferente ao apelo pop que tem, contagia e coloca a pessoa para dançar instantaneamente.

“Hello Lonely” é “a balada” do álbum, não há como não se entregar e se reconhecer nessa música, com uma letra em que a poética da solidão e levada a uma relação dúbia entre a pessoa amada e a própria convivência com a solidão, acompanhada de um dos
mais belos e inspirados vocais e arranjo musical já ouvidos na música pop que deságuam num breve mais emocionante solo de slide guiar. “Let’s Fall Apart” com seu refrão passional, emocionado e acelerado, em contraste com as partes mais suaves, dão um ritmo quase como se estivéssemos vendo e ouvindo um trailer de um filme, com uma estória que nos envolve e se desenrola na nossa frente.

A faixa título “This Way Up” é um petardo de Rock and Roll, do riff de guitarra, passando pela bateria quase zeppeliana tocada por seu colega de banda Abe Laboriel Jr, até o refrão catártico “I said hey, hey, hey it’s time to make our getaway /I said hey, hey, hey talkin’ ‘bout a great escape”, não deixa dúvida do poder de fogo que essa música tem e ao vivo é simplesmente um estouro. Altamente indicada para aqueles que querem aumentar o volume no 11 e esquecer de todos os problemas da vida, nem que seja por apenas 3minutos e 15 segundos.

“Rearview” e “Camouflage” são duas canções que primam pela qualidade tanto dos arranjos como de orientação Pop/Rock e não deixam nada a dever as demais músicas do álbum. “Very Happy Song” é uma música ideal para ser tocada em estádios lotados, com o público cantando a plenos pulmões a letra, diante da vibração e a energia positiva que essa musica traz.

“Hey Miranda“ é uma das músicas mais marcantes e grudentas do álbum, nota-se nela um pouco da influência e magia que o convívio com uma lenda viva como Paul McCartney traz a um grande compositor como Brian Ray, uma canção que como a faixa anterior é ideal para as grandes platéias e se você no final não ficar cantando o contagiante e irresistível refrão “hey hey hey, hey Miranda /better days / yeah, they’re just around the Bend /hey hey hey, hey Miranda/in the distance I can see / we’re finally runnin’ free /Miranda”, tem alguma coisa errada com você.

“This Way Up” é um ótimo álbum, mostra todo o talento de Brian Ray tanto como compositor quanto como guitarrista e vocalista, e com certeza após a audição desse CD não há como achar o contrário. Aliás, esse é outro álbum que deveria vir com o aviso bem grande estampado: “Esse álbum deve ser escutado alto” ( These record should be played loud ), escute, e diga se não é verdade!

P.S.

Em Outubro 2011 Brian fez uma pequena turnê chamada “Tourette Del Sol”, pelo Panamá, Argentina e Brasil (acompanhado da excelente e ótima banda argentina Nube 9) para divulgar esse álbum (infelizmente no Brasil ele realizou apenas uma apresentação em São Paulo no “Na Mata Café”, e esse que vos escreve teve a privilégio de assistir), com grande sucesso tanto de publico como de repercussão para a carreira de Brian, que com seu carisma e simpatia conseguiu aumentar ainda mais seus fãs e também acabou criando um vinculo com o público Sul Americano, com promessas de fazer mais shows por esse lado do planeta.

Em 2012 Brian formou junto com seu amigo e parceiro musical Oliver Leiber, a banda “The Bayonets”, contando ainda com a participação de Lucrecia López Sanz (da banda argentina Nube 9) nos vocais e guitarra. Juntos gravaram algumas faixas que foram sendo lançados neste ano de 2013 como singles pela internet, com download direto do site da banda http://www.thebayonets.com e com a promessa de um álbum inteiro a ser lançado em 2014. Agora é só aguardar para mais música de boa qualidade.

Resenha Publicada em 26/11/2013





Esta resenha foi lida 1462 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas