New Document

Galeria Musical

Resenha de DVD

    ROCKSHOWPAUL MCCARTNEY
    2014
    Por Valdir Junior

    opinião dos leitores: 5.00 de um total de 4 votos








    As luzes estão apagadas, a multidão que lota a arena está ansiosa, quase não consegue segurar tanta excitação. No Palco escuro algumas pessoas começam a se movimentar, ouve-se o som dos instrumentos sendo ligados, e então um leve arpejo de guitarra começa a ser ouvido em meio a toda agitação na arena, um a um os outros instrumentos vão se unindo ao arpejo inicial, moldando a melodia, apresentando a música, o show já começou.

    Um spot de luz é acesso sobre o palco ainda escuro revelando o vocalista, baixista e líder da banda, ele canta de forma calma uma balada sobre o momento mágico em que os astros se alinham fazendo uma relação direta com o show que começa. Aos poucos cada membro da banda vai sendo destacado pelas luzes que iluminam todo o palco.

    Após um riff pesado de guitarra o ambiente todo explode numa canção vibrante que exalta todo esse grande momento. O vocalista e baixista canta eufórico, mostrando um grande sorriso de vitória, contentamento e de sucesso reconhecido. Não, esse não é o show de um músico que só está conhecendo o sucesso agora, o homem em questão tem nesse momento trinta e quatro anos e foi membro da maior banda de toda história da música, conheceu sucesso e a fama em doses nunca antes experimentadas por nenhum outro artista.

    Mas mesmo assim essa turnê de sua nova banda tem um gosto de vitória único e especial, pois com ela, ele provou, tanto para os críticos, para os ex-companheiros, quanto para o mundo que Paul McCartney não mais viveria a sombra dos Beatles, e a música que ele e sua banda faziam era relevante e um sucesso entre o público.

    “RockShow”, o registro em filme dessa extremamente bem sucedida turnê norte americana que Paul McCartney e sua banda Wings fizeram entre Maio e Junho de 1976, e que também resultou no excelente álbum triplo ao vivo “Wings Over America”, foi lançado pela primeira vez em Novembro de 1980 nos cinemas do mundo, mas nunca na íntegra, sendo que ao longo dos anos, diferentes versões desse espetacular show apareceram em 35mm,VHS e Laser Disc, virando um prato cheio para os piratas de plantão fazerem a festa com os famigerados bootlegs.

    Somente agora em pleno século vinte um, o show na integra foi lançado em DVD e Blu-Ray, com áudio e imagem totalmente digitalizados e remasterizados, mostrando com fidelidade o show como se ele tivesse ocorrido ontem e não a quase quarenta anos. Para aqueles que só conhecem e assistiram aos últimos shows de Paul tanto aqui no Brasil quanto pelo mundo afora, essa é uma grande oportunidade de ver Paul com a melhor formação que os Wings tiveram: Denny Laine (guitarra), Linda McCartney (teclados), Jimmy McCulloch (guitarra solo) e Joe English (bateria), uma banda que só perde em qualidade e pegada para a atual banda de Paul e para os Beatles.

    O repertório de “RockShow” e também dessa turnê, privilegiava essencialmente os sucessos dos últimos álbuns lançado por Paul com os Wings (“Band On The Run”, “Venus and Mars” e “Wings At The Speed of Sound”) e também os primeiros sucessos de Paul na década como “My Love”, “Live and Let Die”, "Maybe I'm Amazed" e, pela primeira vez depois de muito tempo, algumas músicas dos Beatles, "Lady Madonna", "The Long and Winding Road","I've Just Seen a Face","Blackbird" e “Yesterday”.

    Hoje é interessante comparar o set list desse show, onde 90% das músicas se concentravam na produção solo e com os Wings de Paul, e os 10% restantes eram musicas dos Beatles, tocadas ali para agradar alguns saudosistas, e o set list que ele vem apresentando nos últimos anos, onde a grande maioria das músicas são dos Beatles e uns 30 a 40 % são músicas solo de Paul.

    Como bônus no DVD e no Blu-Ray, encontramos “A Very Lovely Party” um mini documentário dos bastidores dessa turnê, com direito a uma breve participação de Ringo Starr, John Bonham e outros famosos. Junto do álbum “Wings Over America”, “RockShow” é o documento definitivo do ápice do sucesso que Paul & Wings tiveram nos anos 1970, mesmo que logo a seguida Paul fosse sofrer alguns reveses, como baixas nos Wings e álbuns pouco consistentes, foi em “RockShow” que Paul definitivamente provou quem era, e que nunca deixaria de trilhar o caminho da música e do sucesso.

    Resenha publicada em 02/02/2015





    Esta resenha foi lida 1672 vezes.

Classifique o álbum!



BUSCA POR ARTISTAS

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

BUSCA INTERNA

ANUNCIANTES



outras resenhas do mesmo artista


CDs


DVDs


Livros