Resenha do Cd Como Vinho / Gilson Peranzzetta

COMO VINHO title=

COMO VINHO
GILSON PERANZZETTA
2016

FINA FLOR
Por Anderson Nascimento

Pianista, considerado pelo maestro Quincy Jones como um dos maiores arranjadores do planeta, Gilson Perenzzetta chega aos 70 anos de idade e 50 de carreira com vasta obra como compositor, músico e arranjador, além de 50 álbuns solo e centenas de discos gravados em parceria com outros artistas.

Para comemorar as efemérides, Gilson lançou no segundo semestre do ano passado o disco “Como Vinho”, gravado ao vivo na Sala Cecília Meireles em 15 de abril de 2016. De repertório mais clássico, o disco apresenta 12 canções, 10 delas de sua autoria solo ou em parceria.

Calcado no piano, apenas as três últimas canções do disco não são instrumentais, e contam com participações especialíssimas de convidados. “Vivência” traz a cantora Valéria Lobão nos vocais; a delicada “Sorriso de Luz”, dedicada a Lili Peranzzetta, traz a voz do cantor João Senise e o sax de Mauro Senise; enquanto a diva Leny Andrade interpreta lindamente o clássico de Cartola “As Rosas Não Falam”.

Compositor já gravado por artistas do naipe de Ivan Lins, Djavan, Leila Pinheiro, Dori e Nana Caymmi, além de artistas internacionais como Quincy Jones, Dianne Schurr e Barbara Streisand, só para citar alguns, Peranzzetta pode até ser comparado com o vinho, como sugere o nome do disco, mas a safra de 1946 não pode nem ser chamada de rara, já que, neste caso, é única e exclusiva.

Resenha Publicada em 19/01/2017





Esta resenha foi lida 671 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas