Resenha do Cd Whipallas / Whipallas

WHIPALLAS title=

WHIPALLAS
WHIPALLAS
2016

INDEPENDENTE
Por Anderson Nascimento

Formada por Pedro Lenz (vocal e guitarra), Bernardo Massot (teclado e synth), Jayme Monsanto (baixo), André Coelho (bateria) e Marcio Biaso (guitarra), a banda carioca Whipallas acaba de lançar o seu autointitulado EP de estreia. O disco traz seis canções que apresentam para o público a sonoridade do grupo.

O Whipallas traz um som alternativo com texturas que remetem à clássicos do Pop/Rock, mas com uma levada contemporânea. O ouvinte vai conseguir identificar várias influências que, intencionais ou não, acabam definindo som do grupo.

A faixa “Seagulls Sound”, que abre o disco, pode muito bem ser escolhida como a síntese do trabalho do grupo: som alternativo, alguma coisa de som eletrônico, levada agradável, e letra deliciosa de cantar.

Seguindo a levada moderna, “Tell The Future” e o Rock espacial “Just Free”, lembram bastante o som do grupo americano MGMT, cruzando o clássico com o moderno, enquanto “Welcome To The Start” é tem leveza pop e eficiente.

“Battlefield” é a grande canção do disco, onde a banda introduz um órgão saliente a la Ray Manzarek (The Doors), que permeia toda a música. Com grande letra, a canção ganhou um clipe que participou da mostra competitiva do Curta Brasília (DF) e do Music Video Festival, no Museu da Imagem e do Som (SP).

“Dancin’ Mode” encerra essa excelente estreia do grupo. As incríveis 120 mil reproduções (até aqui) do Spotify, mostra o potencial da banda, que acaba, nesta última faixa, lembrando muito a banda ELO em seu refrão final.

No fim da audição temos a certeza de ter ouvido um trabalho bem cuidado e produzido, por artistas talentosos, que devem se orgulhar do ótimo resultado final desse trabalho.

Resenha Publicada em 31/01/2017





Esta resenha foi lida 183 vezes.



Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



Saiba como anunciar no Galeria Musical

Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas