Resenha do Cd Flores E Cores / Guilherme Arantes

FLORES E CORES title=

FLORES E CORES
GUILHERME ARANTES
2017

CANAL 3
Por Felipe Lucena

Dentro da arte é possível ser popular sem perder a qualidade estética? Sempre acreditei que sim. São muitos os artistas que conseguem esse nada fácil, mas possível, feito. Guilherme Arantes, na música brasileira, é um deles.

Guilherme, ao longo de sua carreira de quase 50 anos e seus 27 discos solos lançados, sempre, ainda que com oscilações entre trabalhos ótimos e outros nem tanto, conseguiu ser famoso pelos hits sem perder a ternura de grande compositor e músico.

Em "Flores & Cores", seu último disco, Arantes acertou em cheio nessa fórmula: manteve a pegada pop, que lhe rendeu muita fama nos anos 1980, e brilhou como compositor e músico criativo e virtuoso que é.

Não é por acaso. “Meu Jardim do Éden”, “Happy Days” e “Sodoma e Babel”, três ótimas baladas, foram compostas nos anos 1970, antes de Guilherme Arantes estourar como artista

As outras faixas do disco não ficam pra trás, são composições que têm tudo para mexer com o coração e com a cabeça, no maior estilo Guilherme Arantes.

"Ainda embarquei na formatação do pop porque eu ainda tenho vaidade, quero fazer hit... ainda hoje o pessoal pode reclamar dessas músicas, mas esse sou eu. Eu sou pedante, um cara barroco", disse Arantes à Folha de São Paulo, comentando algumas canções do seu novo disco.

Não preciso escrever mais nada.

Resenha Publicada em 14/09/2017





Esta resenha foi lida 110 vezes.



Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



Saiba como anunciar no Galeria Musical

Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas