Resenha do Cd Blind Melon / Blind Melon

Blind Melon title=

Blind Melon
BLIND MELON
1992


Por Anderson Nascimento

Apesar de ter estourado no Brasil com a música e (principalmente) o clipe de “No Rain”, o Blind Melon sumiu na mesma proporção a qual a banda apareceu. O chamado “clipe da abelhinha” ficou no inconsciente coletivo por muito tempo.

Para quem precisa de mais referência, o vocalista da banda Shannon Hoon, também ganhou notoriedade no mundo todo por participar da gravação dos álbuns “Use Your Ilusion” do Guns and Roses, e de seu amigo Axl Rose. Para quem não se lembra, Shannon é aquele carinha que aparece cantando junto com Axl no clipe de “Dont Cry”. O fato de ele aparecer no clipe pode ser considerado como fato crucial pela efêmera fama da banda, que já havia lançado o seu primeiro álbum em 1992.

E é deste álbum que vamos falar. Para quem só conhece o single “No Rain”, este disco é uma boa oportunidade de conhecer mais da carreira do Blind Melon, e perceber que a banda vai além do single famoso.

Tido como pertencente da geração grunge, a banda na verdade faz um Rock and Roll mais próximo à acidez do Led Zeppelin nos anos setenta, em músicas que deixam claro essa influência. Em “Tones of Home”, por exemplo, apesar do fraseado funk a lá Red Hot Chilli Peppers, quando Shannon solta a voz e um empolgante instrumental o acompanha, dá pra lembrar claramente o Zeppelin.

Uma das características marcantes desse álbum é a hipnotizante avalanche sonora que músicas como “I Wonder” e a faixa de abertura “Soak The Skin”, desferem.

Em outros momentos o álbum serve-se de um estilizo folk, contrastanto com toda a agradável pancadaria sonora que é o disco. Entre esses momentos folk, “Change” é a canção que mais bem representa este estilo.

Essa diversidade é o grande atrativo de um álbum que consegue ser extremamente pop como no single “No Rain”, com direito a estalar de dedos e coros pop, ou ainda como na também pop “Holyman”, até loucuras instrumentais e vocais como na faixa “Deserted ”.

Depois da inesperada fama, Shannon Honn morreu de overdose de cocaína, pouco depois de lançarem “Soup”, o segundo álbum da banda, encerrando prematuramente a banda, que em 2006, após um hiato de onze anos, voltaria a se reunir com a formação original, com Travis Warren no lugar do vocalista falecido, que após dois anos abandonou a banda alegando problemas na voz.

Resenha Publicada em 07/01/2010





Esta resenha foi lida 1067 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas