Resenha do Cd Return To Forever / Scorpions

RETURN TO FOREVER title=

RETURN TO FOREVER
SCORPIONS
2015

SONY MUSIC
Por Anderson Nascimento

O título do novo disco dos Scorpions parece querer tirar um sarro de geral, já que eles anunciaram em 2010 que “Sting in the Tail” seria o último disco e a sua respectiva turnê seria o definitivo adeus do grupo. É claro que na época engolimos a história e até ficamos tristes com a notícia do fim do grupo.

Questionados, os integrantes do grupo trataram de dizer que tudo foi um erro de interpretação, ou seja, o que eles quiseram dizer na verdade é que o grupo queria apenas “diminuir o ritmo de trabalho”. Ok, tá explicado...

Lançado no dia 20 de fevereiro na Europa, e três dias depois nos Estados Unidos, “Return To Forever” (ou “A Volta dos Que Não Foram”) é o décimo oitavo disco de estúdio da banda alemã e, como não podia deixar de ser, o novo trabalho do grupo é essencialmente um álbum de Rock.

A abertura corrobora o espírito roqueiro do disco com a pesada “Going Out With A Bang”, faixa que possui, além de um riff marcante, peso suficiente para deixar os fãs felizes. Na sequência o peso cai vertiginosamente, com o single “We Built The House”, faixa que também tem ingredientes que a tornam interessante, nesse caso, refrão forte e côros espertos.

Por falar nisso, os côros e “ôoôos” não param na faixa anterior, mas seguem adornando também outras canções como a boa “Rock My Car”, faixa que faz lembrar um pouco os petardos recentes do AC/DC.

Enquanto as faixas lentinhas do disco, casos da bonita “House Of Cards” e de “Eye Of The Storm” não chegam nem perto das grandes baladas do grupo, as faixas roqueiras se apresentam sempre como os melhores momentos do álbum.

Dessa maneira o grupo vai alternando as canções com Rocks de todas as estirpes: “Rock ´n´ Band” é um Rock sufocante; “Rollin’ Home” resgata certo apelo setentista com refrãos fortes e repetitivos; “The Scratch” é um Rock rápido e nervoso; enquanto “Hard Rockin` Place” já segue mais a linha Hard oitentista.

Entre os grandes destaques do disco estão “All For One”, canção apelativa (tenho certeza que muitos não vão curtir), porém bem bacana; e “Catch Your Luck And Play”, esta sim o melhor momento disparado do disco.

Uma das faixas mais distintas do álbum é justamente a que fecha este trabalho. “Gypsy Life” é um baladão que agrega um belo arranjo. A versão deluxe do álbum ainda conta com mais quatro faixas bônus.

Bem, como vocês já estão sabendo, a banda não acabou. Mas a verdade é que, com opções cada vez mais escassas quando falamos de Hard Rock, é um prazer ouvir um novo disco de uma entidade tão relevante no meio musical como este querido grupo alemão. Sejam bem-vindos de volta (e para sempre) Scorpions!

Resenha Publicada em 05/03/2015





Esta resenha foi lida 1894 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas