Resenha do Cd Saint Cecília Ep / Foo Fighters

SAINT CECÍLIA EP title=

SAINT CECÍLIA EP
FOO FIGHTERS
2015

SONY MUSIC
Por Valdir Junior

Depois de uma misteriosa contagem regressiva em seu site oficial, o Foo Fighters disponibiliza de graça para download um novo trabalho, “Saint Cecília EP”, lançado ao final de uma extensa turnê de promoção do álbum “Sonic Highways” e também do sucesso da série com mesmo nome para o canal HBO. Em agradecimento a todos, pelo ótimo ano, mesmo com o acidente de Dave em junho, a banda decidiu de forma simples e rápida gravar esse EP.

Composto de cinco músicas, o EP, gravado num dos intervalos da turnê, em um estúdio improvisado no hotel Saint Cecília em Austin, Texas, em setembro de 2015, traz o Foo Fighters explorando musicalmente o mesmo caminho do álbum anterior, mas aqui com muito mais liberdade e sem a pretensão de grandiosidade presente em “Sonic Highways”, fator esse que maculou o álbum quando lançado.

Na carta que Dave Grohl publicou no site da banda junto com o download do EP, ele fala como as músicas foram feitas: “Riffs e idéias foram jogados na roda, canções que foram perdidas ao longo dos anos, canções que foram deixadas inacabadas. Como um musical retrospectivo, estávamos passando por décadas de músicas que ninguém nunca ouviu falar, peças deixadas pra trás no corte de cada álbum. Nosso próprio caderno sônico”.A qualidade delas nos surpreende no final e acabam sendo bem representativas desse momento da banda.

Abrindo com a boa e radiofônica “Saint Cecília”, faixa que vem na mesma onda do álbum anterior, mas como já dito, cheia de despretensão o que só agrega a perfomace da banda e a qualidade da música. O mesmo pode ser dito da faixa “Sean”, onde também podemos ouvir ecos do álbum “There Is Nothing Left to Lose” nela. “Savior Breath” a mais pesada do EP, chega para quebrar tudo e deixar claro que a banda sabe como ninguém mandar um punk rock cheio de riffs básicos e uma batera avassaladora.

“Iron Rooster” é a balada que não podia faltar no EP, remete diretamente as faixas acústicas do álbum “In Your Honor”, bela canção que fica muito tempo nas nossas cabeças depois de ouvi-la. “The Neverending Sigh”, uma das músicas mais antigas trabalhadas no EP, antes ela se chamava “7 corners”, tem elementos necessários para se tornar um clássico dentro do repertório da banda, quase uma síntese do trabalho do Foo Fighters nesses anos todos.

Na já citada carta que Dave Grohl soltou junto do EP, ele deixa um tanto vago o futuro da banda, não sabemos se eles entram num hiato ou o fim do Foo Fighthers se aproxima. O que fica bem claro com esse “Saint Cecília EP” é que a banda ainda tem futuro, não precisa mais provar nada a ninguém e aprenderam a lição de que menos é mais. Aliás, esse é o momento certo para que Dave Grohl faça como muitos de seus ídolos e amigos, e grave um álbum solo, respirando novos ares e se energizando, isso serve tanto para ele como para os demais membros da banda, movimento importantíssimo para que o Foo Fighters volte, em breve, recarregado e pronto para começar um novo ciclo.

Resenha Publicada em 30/11/2015





Esta resenha foi lida 982 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Livros


Outras Resenhas