Resenha do Cd Future Present Past / Strokes, The

FUTURE PRESENT PAST  title=

FUTURE PRESENT PAST
STROKES, THE
2016

CULT RECORDS
Por Anderson Nascimento

Sem lançar material inédito desde “Comedown Machine” (2013) os Strokes soltaram no último dia 3 de junho o EP “Future Present Past” em formato físico e digital. O lançamento, segundo EP da carreira do grupo, veio para coincidir com a apresentação da banda no Ball Music Festival em Nova Iorque, onde o grupo foi o headliner. Quanto ao título do disco, o mesmo faz referência às três canções do disco: ao futuro em “Drag Queen”, ao presente com “OBLIVIUS” e ao passado com “Threat of Joy”.

A batida da faixa inicial “Drag Queen” e a sonoridade que remete ao segundo álbum do grupo “Room of Fire” (2003) se não chega a ser uma novidade como talvez tencione a banda, pelo menos agrada e é mais relevante do que boa parte das canções feitas pelo grupo Nova Iorquino nos últimos anos.

Bom, se por um lado é um elogio falar que a faixa “Drag Queen” é relevante, por outro, faltam palavras para descrever “OBLIVIUS”, a grande pérola não apenas do Strokes, mas deste ano de 2016, pelo menos até aqui. A faixa tem letra reflexiva e melodia é carregada de melancolia. O petardo ainda ganha um remix no fim do EP, feito pelo baterista brasileiro Fabrizio Moretti.

A terceira canção do EP é “Threat of Joy”, que traz uma batidinha leve e simples lembrando também os primórdios do grupo, mas, sinceramente, a canção acaba eclipsada pelas duas versões de “OBLIVIUS” que a cercam no disco.

Com esse ótimo gostinho de quero mais a banda faz crescer a ansiedade pelo seu próximo álbum “cheio” que, de acordo com a própria banda, já está sendo gravado. Se vier no nível desse EP, teremos certamente um grande disco, o que, de certa forma, o grupo está devendo já há algum tempo.

Resenha Publicada em 09/06/2016





Esta resenha foi lida 1000 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas