Resenha do Cd Ventura / Los Hermanos

VENTURA title=

VENTURA
LOS HERMANOS
2003


Por Anderson Nascimento

Quando os Beatles lançaram em 1967 o clássico "Sgt. Peppers", criou-se muita expectativa em torno do próximo lançamento no ano seguinte. Os Beatles quebraram protocolos gravando um álbum duplo de inéditas e lançaram um bom disco, contudo simples, sem aquele aparato todo que foi usado para o "Peppers", começando pela capa que já dava sinais de seria um disco minimalista.

Guardando-se as proporções, Ventura também estava sendo muito aguardado pela crítica especializada, principalmente no que diz respeito a que estilo de som teria a disco, seria mais pop como o primeiro ou seria um disco difícil na linha do "Bloco do eu sozinho"?.

Lançado sem muito alarde e chegando quase desapercebido pelas prateleiras das lojas, "Ventura", consegue ser um meio termo entre o som considerado de difícil aceitação e o som mais pop. Se formos comparar esse disco com os dois primeiros, diríamos que o mesmo está muito mais próximo do "Bloco", os trombones, trompetes e sax ainda recheiam o repertório da banda, só que desta vez o tema amor está bem mais presente que no disco anterior.

Os temas são de âmbito comportamentais, auto-ajuda, conselhos a amigos, insegurança, são algumas passagens abordadas neste álbum. O disco abre com um sambinha muito bacana "Samba a dois", talvez a faixa mais diferente do disco junto com o flerte com a emepebê "Conversa de Botas Batidas", que lembra demais a geração mineira dos anos setenta, passa por momentos brilhantes como "O Vencedor", a maravilhosa "Além do que se vê", "Cara Estranho" que foi muito bem executada pelas rádios, e talvez seja a melhor do disco, guitarras fortes, letra bem sacada, vocal rasgado e instrumental crescendo ao longo da música.

Alguns momentos, no entanto, são muito entediantes, como "Do Sétimo Andar" e "O Velho e o Moço" além das músicas de Rodrigo Amarante que utiliza um vocal cada vez mais despojado.

De uma forma geral, o disco é bom e atende as expectativas, mas o número de 15 músicas do álbum poderia ter sido melhor avaliado, de forma que não o tornasse cansativo. Os Los Hermanos provaram que são uma banda cada vez mais cult e criativa, mas correm o risco de entrar para aquela lista das bandas que todo mundo diz que gosta, mas pouca gente ouve.

Resenha Publicada em 29/07/2003





Esta resenha foi lida 1430 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas