Resenha do Cd Give More Love / Ringo Starr

GIVE MORE LOVE title=

GIVE MORE LOVE
RINGO STARR
2017

UNIVERSAL MUSIC
Por Valdir Junior

Desde o final dos anos 1990, quando voltou a fazer apresentações ao vivo com mais frequência, Ringo Starr vem periodicamente lançando novos álbuns de estúdio, não aposentando suas baquetas de modo algum. Agora nos chega o seu mais novo trabalho “Give More Love”, que traz Ringo liderando uma banda de amigos ilustres e prá lá de competentes, como Paul McCartney, Joe Walsh, Dave Stewart, Steve Lukather, Peter Frampton e Edgar Winter.

“Give More Love” é o décimo nono álbum de estúdio de Ringo, gravado no Roccabella West, estúdio na casa de Ringo em Los Angeles e no Fred's Kitchen Studios em Estocolmo. A princípio a intenção de Ringo era gravar um disco Country em Nashville, com ajuda de Dave Stewart, mas acabou por compor músicas mais voltadas para o Pop rock, Reggae e Country Blues, fazendo de “Give More Love” um disco equilibrado em suas dez faixas entre guitarras pesadas e um som mais country folk.

A poderosa "We're on the Road Again", que traz Paul McCartney no baixo e nos backing vocals e a guitarra de Steve Lukather, é a faixa mais Rock do disco e uma das mais grudentas e empolgantes, o som do baixo de Paul está deliciosamente alto e faz o acompanhamento ideal para a bateria de Ringo e a guitarra de Lukather. Ringo conta com Paul também na faixa "Show Me the Way", uma balada bem bonita com refrão bem Beatle. "Speed of Sound" é outra faixa forte com refrão poderoso e que se destaca nas primeiras audições do álbum.

Outros destaques em “Give More Love” são a própria faixa titulo, o blue "Electricity" onde Ringo relembra seus tempos nos pubs de Liverpool/Hamburgo com a banda Rory Storm and The Hurricanes, e o rockabilly à la Carl Perkins de "Shake It Up".

A edição em CD de “Give More Love” traz quatro faixas bônus, todas regravações de músicas de Ringo, são elas: "Back Off Boogaloo”, uma faixa trabalhada por Jeff Lynne em cima da demo original de Ringo de 1972, com a adição da guitarra de Joe Walsh; "You Can’t Fight Lightning", faixa gravada para o álbum “Stop and Smell the Roses” de 1981, com acompanhamento da banda sueca Alberta Cross; além de "Photograph" e "Don't Pass Me By", ambas com uma pegada bem folk blues com participação da banda Vandaveer.

Mais diversificado, direto e orgânico que o “Postcards from Paradise”, o disco anterior de Ringo, “Give More Love” não traz nada de novo, mas entretém muito com o bom gosto da produção e seu rock básico, fazendo desse um dos discos mais divertidos na discografia de Ringo Starr, esse senhor, quase octogenário, que continua com jovialidade, disposição e alegria cantando e tocando sua bateria para o público e ainda se divertindo no meio disso tudo.

Resenha Publicada em 14/11/2017





Esta resenha foi lida 105 vezes.



Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



Saiba como anunciar no Galeria Musical

Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas