Resenha do Cd Boa Parte De Mim Vai Embora / Vanguart

BOA PARTE DE MIM VAI EMBORA title=

BOA PARTE DE MIM VAI EMBORA
VANGUART
2011

SEMPRE VIGILANTE
Por Lucas Vieira

Quando coisas boas acontecem toda espera vale à pena. Eu, como grande fã que sempre fui, ansiava pelo novo disco do Vanguart desde que fora anunciado em 2009.

O quinteto que surgiu na cena independente em 2007 apresenta agora seu terceiro disco intitulado "Boa Parte de Mim Vai Embora", um trabalho que diferencia-se dos anteriores por ter somente músicas em português - com exceção de alguns trechos de "Mi Vira Eres Tu" - e também contar com a presença do violino da nova integrante Fernanda Kostchak, que já havia feito participações na banda.

As músicas de "Boa Parte de Mim Vai Embora" não fogem do estilo dos discos anteriores, o som mantem-se fiel às raízes da banda, com grande influência do Folk Rock.

As composições do disco são excelentes. Os destaques ficam para "...Das Lágrimas" - parceria do vocalista e violonista Hélio Flanders com o baixista Reginaldo Lincoln, que contou até com bandolim na gravação, "Depressa", a primeira a sair que já desponta como hit, "Se Tiver Que Ser Na Bala Vai", "O Que A Gente Podia Ser", com um violino lindo, e "A Patinha da Garça".

Muito interessante também é "Nessa Cidade", com um arranjo sensacional, com timbres de teclado próximos de um acordeom na intro.

Em resumo, “Boa Parte de Mim Vai Embora” é um dos grandes álbuns brasileiros de 2011, não decepcionou e tem uma produção muito boa, uma espera que realmente compensou.

Resenha Publicada em 12/09/2011





Esta resenha foi lida 1023 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas