Resenha do Cd Recanto / Gal Costa

RECANTO title=

RECANTO
GAL COSTA
2011

UNIVERSAL MUSIC
Por Anderson Nascimento

Recanto é o primeiro álbum de canções inéditas lançado pela cantora Gal Costa desde 2005. Tal fato, aliado ao da produção do álbum ser capitaneada por Caetano Veloso, que praticamente divide o álbum com a cantora, gerou muita expectativa em torno do seu lançamento. O disco em sua totalidade agrada, mas alguns aspectos devem ser levados em consideração.

O primeiro deles é que o disco é praticamente experimental, ou seja, quem estiver esperando um álbum da cantora Gal, não vai encontrar esse trabalho em “Recanto”. Por outro lado, o ouvinte vai encontrar um disco ousado, mas não por acaso, pois a produção de Caetano é notadamente direcionada para esse fim.

Em alguns momentos essa pretensão de já nascer ousado supera as expectativas e produz resultados maravilhosos, caso de “Atotune Autoerótico”, canção que brinca com o recurso de estúdio que disfarça e corrige erros instrumentais e vocais.

Se em alguns momentos o instrumental do disco deixa a desejar, principalmente quando remete à sonoridade do disco “Zii e Zie”, caso de “Tudo Dói”, em outros, a produção dá um show de criatividade, se aproximando mais do disco “Cê” do Caetano, como na música “O Menino”, belíssimo momento do CD.

O álbum tem pouco (ou quase nenhum) apelo radiofônico, mas faixas como “Neguinho”, acabam se aproximando um pouco mais do popular, tanto que esta é a música que está nas rádios.

Outro aspecto é o fato de que na maior parte do disco têm-se Gal Costa na cola do momento musical atual de Caetano Veloso. Apesar de bom disco, talvez falte nesse lançamento algo que nos leve a identificar Gal, pois por mais que todos tenham entendido o conceito de “Recanto”, em muitos momentos a impressão que fica é a dúvida sobre se esse era realmente o trabalho que a cantora estava disposta a fazer, ou se esse era o álbum que Caetano queria que ela gravasse.

O certo é que esse novo rebento da cantora ainda vai gerar muita discussão a cerca de sua qualidade e objetividade, além disso, outra curiosidade que acaba pairando no ar é sobre qual o rumo que a carreira da cantora vai tomar a partir de agora. De qualquer forma, o novo disco de Gal está entre os lançamentos mais interessantes de 2011.

Resenha Publicada em 02/01/2012





Esta resenha foi lida 1108 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas