Resenha do Cd Vanusa Vol.1 (1967-1973) / Vanusa

VANUSA VOL.1 (1967-1973) title=

VANUSA VOL.1 (1967-1973)
VANUSA
2015

DISCOBERTAS
Por Anderson Nascimento

Em 2013 foi anunciado o início das gravações de um novo disco da cantora Vanusa, “Vanusa Santos Flores”, que está sendo produzido por Zeca Baleiro. Este será o primeiro disco desde o álbum “Diferente”, lançado em 2014. Dessa forma, nada mais oportuno do que revisitar a discografia da cantora e isso agora será possível, graças aos dois boxes que acabam de chegar ao mercado através do selo Discobertas, que reeditam oito álbuns da cantora, compreendendo o período de 1968 até 1979. O primeiro dos dois boxes traz os discos da cantora de 1968, 1969, 1971 e 1973, todos intitulados apenas “Vanusa”.

O primeiro álbum do box, “Vanusa” (1968), não pode ser considerado essencialmente um álbum de Jovem Guarda, uma vez que o movimento cultural e musical já estava chegando ao fim. O que se ouve, no entanto, são ecos de canções mais maduras, que ainda guardam resquícios musicais da Jovem Guarda, como o órgão no estilo Lafayette em canções como “Eu Sonhei O Meu Sonho Mais Lindo” (José Messias), ou a guitarra rascante de “Apaixonada” (Claudio Fontana). Há algum ensaio da psicodelia que reinaria no LP seguinte logo na faixa de abertura do disco “Mundo Colorido” (Vanusa). Entre os melhores momentos estão os sucessos “Mensagem” (Aldo Cabral, Cícero Nunes) e “Para Nunca Mais Chorar” (Carlos Imperial, Eduardo Araújo). O disco também traz duas faixas bônus tiradas de um compacto e da coletânea “Carnaval Jovem”, lançados em 1967, entre elas, a faixa “Prova de Fogo” (Erasmo Carlos).

O segundo álbum do box é o fabuloso álbum psicodélico de 1969, que por si só, merece uma abordagem futura mais completa. O disco já inicia explosivo com “Meu Depoimento” (Fábio, Paulo Imperial), e segue com a ótima “Que Você Está Fazendo Neste Lugar Tão Frio?” (Tom Gomes, Luis Vagner). Entre os outros (muitos) destaques estão “Sunny” (Bob Hebb), “Hey Joe” (Demetrius) e a regravação de “Caminhemos” (Herivelto Martins). O disco agrega duas faixas bônus: a linda “Comunicação”, tirada de um compacto duplo de 1969 e “A Tristeza Terminou” (Vanusa, Juca), extraída do álbum “Disparo de 70” (1970).

O álbum de 1971 tem forte presença de seu então marido Antônio Marcos, que assina a faixa de abertura “1971” (Antônio Marcos, Mario Marcos) e faixa de encerramento “Da Rua, Da Lua, Do Violão” (Antônio Marcos, José Briamonte), além de dividir os vocais com Vanusa em “Agora Eu Sei” (Billy Day, Tony Hiller, Mike Leslie). Destacam-se, além da faixa de abertura, “O Dia e A Hora” (Ivan Lins, Ronaldo Monteiro de Souza), canção com um vocal impressionante da cantora, o sucesso “Vai” (Vanusa) e “Eu Vou Ser Eu” (Tommy Standen). No geral é um disco que possui uma veia mais romântica. O disco traz três faixas bônus, entre elas, o sucesso “Namorada” (Fred Falcão, Arnoldo Medeiros).

O álbum que fecha o box é o lançado em 1973. O disco abre com a estonteante “Manhãs de Setembro” (Vanusa, Mario Campanha), um dos maiores sucessos da cantora. Com arranjos de gente como Zé Rodrix e Lincoln Olivetti, o disco traz outras ótimas canções e, entre os destaques estão o sucesso “Quebra-Cabeças” (William Acquisti). É possível perceber ao longo do álbum flertes diversos ritmos como Soul em “Estou Fazendo Hora” (Antonio Marcos, Mario Marcos), Samba Rock, em “Mercado Modelo” (Antonio Carlos, Jocafi, Ildazio Tavares), Rock Rural “Coisas Pequenas” (Zé Rodrix, Tavito) e ainda resquícios da psicodelia de trabalhos anteriores da cantora, em “What To Do” (Papi, Alf Soares). O disco traz duas faixas bônus, entre elas “Valeu a Pena” (Eduardo Lages, Expedito Faggione), que saiu no álbum de Antônio Marcos, lançado no mesmo ano.

Sem dúvida, esse box alinha a melhor fase da carreira da cantora. Os áudios remasterizados, juntamente com o belíssimo trabalho de resgate das capas, contracapas, textos originais e selos, fazem desse lançamento um imperdível item na coleção de qualquer apreciador da música popular brasileira.

Resenha Publicada em 31/08/2015





Esta resenha foi lida 2693 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas