Resenha do Cd Formidável Mundo Cão / Jay Vaquer

FORMIDÁVEL MUNDO CÃO title=

FORMIDÁVEL MUNDO CÃO
JAY VAQUER
2007

EMI MUSIC
Por Rodrigo Paulo

É ótimo perceber que a cada novo trabalho um cantor está se superando. Jay Vaquer apresenta aqui um álbum mais obscuro, com mais composições ácidas e maduras, cheias de histórias realistas muito bem dramatizadas. Em seu quarto trabalho, último pela EMI, Jay consegue se desligar ainda mais do pop e das baladas românticas adolescentes. Características que não combinam muito com seu estilo.

“Formidável Mundo Cão” tem uma sonoridade forte. Um trabalho mais voltado para o rock, nada muito pesado, mas empolgante. A faixa de abertura “Longe Aqui”, que conta a história de uma garota problemática que tenta resolver seus problemas partindo pra bem longe. Com um voo direto ao chão, dando um fim a todo o seu “sofrimento”. Letra reflexiva e sonoridade um tanto quanto agressiva e que agrada aos ouvidos. “Preciso Poder” parece um novo hino da amizade. As frases são inteligentes, o instrumental é bom, a música é boa, mas não tira a sensação de estar ouvindo uma música boba.

A faixa título do álbum é uma das melhores. O fiel retrato de um mundo cão, muitas histórias conhecidas, não é preciso mencionar nomes, pois existem vários exemplos por aí. Letra e música num bom casamento. Excelente momento de inspiração do Jay Vaquer. O lado obscuro deste álbum se destaca em “Num Labirinto”. Melancólica, mas inteligente e nada repetitiva, essa faixa fala sobre o fim de um relacionamento, sem a pasmaceira de dor de cotovelo que tanto irrita os ouvidos mais exigentes. “Fomos” segue a mesma linha da faixa anterior. É mais do mesmo, tanto no sentido, quanto na letra inteligente.

“Estrela De Um Céu Nublado” conta a saga de um jovem aspirante a ator que tenta a sorte em “Projacland”, referência mais do que direta a emissora platinada e todos os podres dos “contatos” para a fama. Essa história não poderia ser melhor dramatizada sem o som do disparo que foi inserido em seus momentos derradeiros. A bela participação da então vocalista do Luxúria Megh Stock foi à altura, foi muito bom ouvir novamente uma voz feminina participando de algum trabalho do Jay.

Em “Noutro Caminho” a dor de cotovelo começa a aparecer. O instrumental é bom, mas a letra não se iguala a música, deixa a desejar. “Breve Conto De Um Velho Babão” fala dos “tios” que aceitam suas idades, se aventuram entre os jovens e acabam se dando muito mal. Mais um ponto alto do álbum. A tensão do refrão casou perfeitamente bem com o instrumental.

“Alguém Em Seu Lugar” é uma dor de cotovelo. O ritmo lento dá mais intensidade a letra e acalma os ânimos de quem está ouvindo o álbum. “A Propósito” é uma boa música com ritmo médio e boa música. “Por Um Pouco De Paz (Crime Do Desassossego)” levanta novamente o álbum com uma letra sensacional e instrumental médio, mas de qualidade.

Pra fechar o álbum “Nera”, como sempre uma faixa melancólica pra encerrar os trabalhos do Jay. Mas essa faixa é mais dramática e agitada e literalmente incendeia os ouvidos. Excelente encerramento.

“Formidável” é um ótimo disco que merece a atenção e algumas repetições do player. Uma boa produção, junto de ótimas composições e sonoridade fecham essa passagem do Jay Vaquer pela EMI e mostra um artista cada vez mais amadurecido musicalmente.

Resenha Publicada em 05/05/2014





Esta resenha foi lida 1243 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



LOJALOUCOSPORMUSICA - camisetas, miniaturas, chaveiros

Acesse: https://www.loucospormusica.com/

Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas