Resenha do Cd Radiola / Skank

RADIOLA title=

RADIOLA
SKANK
2004

SONY MUSIC
Por Anderson Nascimento

Por mais que pareça estranho, no caso de uma banda ainda na ativa, o lançamento de uma coletânea baseada em apenas dois álbuns, “Radiola” tem até lá os seus motivos para existir.

Em 2004, o Skank vinha de dois álbuns de estúdio “Maquinarama” (2000) e “Cosmotron” (2003) que redefiniram o som da banda, tornando a sonoridade mais roqueira e elaborada, em um estilo claramente influenciada pelo Rock inglês.

O conceito dessa coletânea então era compilar os maiores sucessos dessa nova fase, e apresentar quatro novas canções, que estariam disponíveis apenas nesse CD. A idéia até que foi boa, pelo fato de juntar em um mesmo álbum, hits como “Vou Deixar”, “Três Lados”, “Balada do Amor Inabalável” e “Dois Rios”, além de consolidar de vez o novo estilo de uma das principais bandas do país.

Quanto às inéditas, temos “Um Mais Um”, uma bela canção pop cheia de efeitos, com estilo psicodélico e “Onde Estão”, um baladão com estilo retrô que representa bem essa nova fase da banda.

Além das inéditas, há duas regravações nessa compilação: “Vamos Fugir” regravação que verte para a veia roqueira o clássico de Gilberto Gil, responsável por colocar o Skank novamente em primeiro lugar nas paradas de sucesso, e a velha conhecida da banda “I Want You” de Bob Dylan, que a banda já havia feito uma versão em português “Tanto” que fez bastante sucesso, e aqui aparece em língua nativa.

A coletânea foi um grande sucesso, vendendo duzentos e setenta mil cópias e colocando dois singles nas rádios. Depois disso a banda continuou apostando nessa nova sonoridade, o que gerou por enquanto mais dois bons álbuns “Carrossel” (2006) e “Estandarte” (2008).

Resenha Publicada em 09/03/2010





Esta resenha foi lida 1050 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Outras Resenhas