Resenha do Cd Viva La Vida / Coldplay

VIVA LA VIDA title=

VIVA LA VIDA
COLDPLAY
2008


Por Anderson Nascimento

Viva La Vida é o quarto álbum de estúdio da banda inglesa Coldplay. Trata-se de uma obra de audição agradável, porém está longe de atingir o nível dos dois primeiros álbuns. Contudo, há uma notável progressão se comparado com o "X&Y", disco que o precede.

Um fato curioso sobre o novo lançamento é que com pouco tempo de lançamento, o álbum já possui nada menos que quatro hits que se revezam nos programas de vídeo-clipes ou nas rádios light e de pop-Rock. "Violet Hill", "Viva La Vida", "42" e "Lost!".

Inicialmente a instrumental "Life in Techinicolor" prega uma peça no ouvinte ao introduzir um som extremamente oitentista que chega a lembrar The Smiths, mas as referências aos anos oitenta param por aí.

O disco novamente deixa de explorar excessivamente o piano e aposta em uma sonoridade mais pop, todavia sem cair em facilitismos de músicas fáceis e assobiáveis. Ao invés disso, a banda atravessa ambientes climáticos como "Violet Hill" e apoteóticos como "Viva La Vida", com direito a orquestra e tudo, e que certamente já integra a galeria de novos clássicos da banda.

Fora isso, os quarenta e cinco minutos do álbum trazem momentos igualmente inspirados como é o caso de "Cemeteries of London" e a bonita balada a lá Coldplay "42".

Talvez o disco não tenha um momento que seja descaradamente negativo, porém o fato de não empolgar tanto como em "A Rush of Blood..." (segundo disco), torne Viva La Vida apenas mediano, o que para os críticos que costumam pegar no pé da banda, é um prato cheio. Mas Chris Martin e sua trupe seguem explorando novos caminhos, e não estão nem aí para o que os críticos falam

Resenha Publicada em 01/09/2008





Esta resenha foi lida 1280 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Outras Resenhas