Resenha do Cd Space Blues / General Blues

SPACE BLUES title=

SPACE BLUES
GENERAL BLUES
2013

INDEPENDENTE
Por Valdir Junior

Desde o meado da década de 1980, quando a cena de blues no Brasil começou a ficar mais sólida, conhecida, e profissional com artistas desbravadores como Celso Blues Boy, André Christovam, Nuno Mindelis, e a banda Blues Etílicos, entre outros, o número de músicos e bandas que decidiram trilhar o caminho do blues aumentou consideravelmente. Entre esses “novos” peregrinos está a banda de Franca (SP) “General Blues”.

Apresentando uma bela fusão de Blues, Rock e Soul, O General Blues investe em músicas autorais em inglês, direcionadas tanto para uma projeção ao mercado de blues internacional como para se diferenciar do velho clichê de gravar e regravar “clássicos” do blues. Esse diferencial, aliado a um instrumental inspiradíssimo e cheio de frescor a cargo de Fabiano Salmazzo “Coelho” (Guitarra); Ismael Derruci (Baixo), Ricardo Fadul (Bateria) e a da marcante e totalmente blues voz de Tatiana Braganholo, fazem do General Blues uma das grandes apostas do cenário nacional de blues.

Lançado em 2013 “Space Blues”, primeiro CD da banda, traz um compêndio de músicas, riffs, links, groove, levadas e passagens vocais que mostram o quanto o blues pode ser vitalizado se houver mais criação e menos imitação do que aconteceu e acontece lá fora. Produzido pela própria banda, o CD ainda conta com participações especialíssimas de Flavio Guimarães (Blues Etílicos) na gaita da música “In My House”; Val Tomato, gaita em “I Was Made From Iron” e os teclados de Vinicius Grecco em “Baby Baby”.

Alguns destaques do álbum são as faixas: “In My House” com seu arpejo hipnótico na guitarra e a voz de Tatiana que surpreende a cada nota e a cada frase; “Bea6” , uma blues ballad de fazer Billie Holiday sorrir no céu com a performance de Tatiana e também com os bend da guitarra de Fabiano. Em “Alice’s Songs” e “Chayanne” Fabiano mostra um pouco de sua influência do blues texano de Steve Ray Vaughn e Albert King e esmerilha a guitarra sem dó.

A acústica “I Whis You’d Come Home” é de uma simplicidade e lirismo que emocionam e apaziguam a alma de qualquer um. A instrumental “Colt Lightning” é a deixa para não deixar ninguém parado e eletrifica os mais calmos. “To the Ground” é outro ponto forte do CD, onde tanto Tatiana quanto Fabiano elevam suas performances ao ponto mais alto. Outra coisa que se deve ressaltar no General Blues é a “cozinha” muito bem azeitada e cheia de peso e groove de Ismael e Ricardo, em perfeita sintonia entre os dois e o resto da banda.

“Space Blues” e, principalmente, a banda General Blues são altamente indicados para quem gosta de blues e principalmente para quem quer saber por onde e em que direção caminha o blues nacional. Aqui você encontra um ótimo exemplo, para acompanhar sem deixar perder de vista.

Resenha Publicada em 03/06/2014





Esta resenha foi lida 1069 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista


Outras Resenhas