Resenha do Cd Muito / Caetano Veloso

MUITO title=

MUITO
CAETANO VELOSO
1978

UNIVERSAL MUSIC
Por Pedro Martins

Muito legou a Caetano Veloso dois grandes números de seu repertório: “Terra”, pela qual o compositor já declarou sua predileção, e “Sampa”, uma ode inusitada à maior cidade da América Latina. Contudo, o disco não se limita a apresentar sucessos isolados, mas traz um bom ciclo de canções, arranjos bem construídos e um ótimo desempenho vocal de Veloso.

“Terra” é uma canção simples, bonita e diferente. Nela, a melodia segue um caminho imprevisível, ancorada no acompanhamento minimalista do violão. “Sampa” transporta as qualidades criativas de Caetano Veloso para o universo do choro, exprimindo, ao mesmo tempo, a nostalgia de um Brasil que passou e a atualidade do material criado por Veloso. Além das faixas mencionadas, destacam-se as canções “Muito Romântico”, escrita para Roberto Carlos, e “Eu te Amo”, cuja poesia resignifica uma construção esvaziada pelo uso constante e, não raro, banal.

Os arranjos neste disco são bastante diversos. “Terra” possui acompanhamento acústico, “Muito Romântico” traz um coro grandioso e “Sampa” é executada no formato do choro, com violão de sete cordas e percussão. “Eu te Amo” apresenta um belo diálogo entre piano e voz, e ainda é possível encontrar um contrabaixo moderno e contundente na ritimada “Muito”, que indica o caminho que tomaria Caetano Veloso nos anos oitenta. Também é preciso destacar a canção “Eu Sei Que Vou Te Amar”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, que, se não recebeu um arranjo à altura, ganhou profundidade nos falsetes de Veloso.

De modo geral, Muito é um bom disco. A qualidade das canções, aliada à boa execução vocal e instrumental, torna a audição instigante e agradável. Entretanto, o álbum peca pela falta de conceito e pela sonoridade indefinida. Em alguns momentos, parece que não estamos diante de um trabalho coeso e amarrado por uma proposta estética definida, mas de uma compilação sem maiores ambições. De qualquer forma, a qualidade do material musical e poético torna o disco merecedor de uma audição cuidadosa, pois trata-se, acima de tudo, de um trabalho sério.

Resenha Publicada em 11/06/2012





Esta resenha foi lida 1916 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Outras Resenhas