Resenha do Cd Pedra 90 / Jorginho Do Império

PEDRA 90 title=

PEDRA 90
JORGINHO DO IMPÉRIO
1974

DISCOBERTAS
Por Anderson Nascimento

Com apresentação de Martinho da Vila, figura fundamental na carreira de Jorge Antônio Carlos, ou simplesmente Jorginho do Império Serrano, o segundo disco do sambista dá sequência ao bom trabalho realizado no primeiro álbum, lançado um ano antes.

Nesse álbum Jorginho inclui pela primeira vez uma composição sua (com parceria de seu pai Mano Décio da Viola), “Mais Um Na Casa de Bamba”, sambinha lento, que tem o amor como tema, e se destaca entre as canções do disco.

O bom Samba que dá nome ao disco, “Pedra 90” (Babau), abre alas para outros bons momentos como “Olêlê – Olálá” (Adilson Ribeiro – Mano Décio) e “Quem Tem Medo de Perder Não Ganha (Ary do Cavaco – Otacílio).

Assim como no primeiro álbum, Martinho da Vila também está entre os compositores do disco, comparecendo com “Volta Pro Morro”, canção que o próprio Martinho gravou no seu segundo álbum, “Meu Laiaraiá”, lançado em 1970.

Além da música de Martinho, no disco também está “Malandro é Malandro Mesmo” (Ary do Cavaco – Otacílio), canção regravada (com muito sucesso) por Bezerra da Silva em “Malandro Rife” (1985).

Um detalhe desse álbum é a essência menos festiva se comparado com o primeiro rebento do cantor. Jorginho esbanja melancolia em “Deixa-me Viver Com Ela” (Mano Décio – Aidino Sá) e na já citada “Mais Um Na Casa de Bamba”.

O resgate do álbum se dá graças ao trabalho de relançamento que vem sendo feito pela gravadora Discobertas que, entre outros (re)lançamentos feitos ao longo de sua existência, colocou recentemente no mercado um pacote de reedições de quinze discos, incluindo os dois primeiros álbuns de Jorginho do Império.

Com um pouco mais de maturidade musical e vocal, esse álbum também agrada, mas talvez o mais importante seja perceber a semente que estava sendo plantada para o que estaria por vir. Em 1975 Jorginho do Império lançaria o clássico “Viagem Encantada”, álbum importante não só para a sua carreira, como também para a história do Samba.


Resenha Publicada em 10/11/2012





Esta resenha foi lida 1448 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas