Resenha do Cd Memoirs Of A Madman / Ozzy Osbourne

MEMOIRS OF A MADMAN title=

MEMOIRS OF A MADMAN
OZZY OSBOURNE
2014

SONY MUSIC
Por Anderson Nascimento

O Príncipe das Trevas Ozzy Osbourne revelou certa vez em uma entrevista que não conseguia se lembrar de boa parte do que aconteceu em sua vida durante os anos 1980, e que dos anos 1990 não lembrava de absolutamente nada: “Eu meio que passei batido pelos anos 90, sabe? Eu devo ter estado numa viagem de cocaína, porque eu não me lembro de nada dos anos 90”. Para tratar essa amnésia, nada melhor que ouvir o que de melhor Ozzy gravou nos onze álbuns de estúdio que resumem a sua carreira solo.

“Memoirs of a Madman” é a mais recente coletânea que vem para recapitular a sua carreira e história musical. No geral, o disco não apresenta nenhuma novidade, a não ser a inclusão de canções de seus álbuns mais recentes, além de uma inédita versão ao vivo de “Paranoid”, gravada em 2010 no Roundhouse em Londres.

Se compararmos este lançamento com outra coletânea oficial, a bem sucedida “The Ozzman Cometh” (1997), a nova compilação é mais centrada nos hits do Ozzy, mas também menos interessante por não apresentar atrativos suficientemente fortes para motivar o fã mais cascudo a comprar o disco.

Enquanto a versão standart do disco de 1997 trazia cinco faixas inéditas, incluindo gravações do período de Ozzy no Black Sabbath, a nova compilação traz como único atrativo a atualização dos hits de Ozzy, com canções dos discos “Down To The Earth” (2001), “Under Cover” (2005), “Black Rain” (2007) e “Scream” (2010), agregando apenas a já citada faixa ao vivo. Por outro lado, o disco deixa de fora fonogramas de álbuns ao vivo como “Tribute” (1987) e “Live & Loud” (1993), que figuraram na coletânea anterior.

Bem mais legal é a versão desse mesmo disco em DVD. Nela, há dois DVDs: o primeiro traz a videografia do artista, incluindo generosos 29 videoclipes, e o segundo vem com apresentações ao vivo de várias fases da carreira solo de Ozzy, indo de 1981 até 2010, incluindo algumas apresentações raras.

O CD é indicado apenas para quem ainda não possui uma compilação de sucessos do Ozzy, ou para os fãs que não se importam em comprar material repetido em prol da completude da coleção.

Resenha Publicada em 18/11/2014





Esta resenha foi lida 1054 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


Outras Resenhas