Discografia Comentada - Police, The

POLICE, THE title=

POLICE, THE

Londres - Inglaterra
Desde: 1977
Site oficial: http://www.thepolice.com/

Descrição do Artista
Formado pelo vocalista/baixista Sting no final dos anos 70, em meio à transição do punk rock para a new wave, o 'power trio' britânico The Police ficou marcado como um dos maiores expoentes do pop/rock em todo o mundo! Claro que, para atingir tal status, o grupo teve que mostrar algo bastante transgressor dentro de todo o rock.

Esta discografia foi acessada 1925 vezes.


Álbuns
    OUTLANDOS D'AMOUR
    1978
    Por Fabio Cavalcanti




    O espontâneo, cru e energético 'debut' do The Police seria apenas mais um exemplar do pós-punk que inundava cenário britânico, se não fosse por dois detalhes sonoros adicionais: a sua promissora veia pop, e as suas inusitadas misturas de rock 'n' roll e punk rock com reggae. As maravilhosas "Roxxanne" e "Can't Stand Losing You" que o digam! Os destaques sonoros do guitarrista Andy Summers e do excelente baterista Stewart Copeland também falam por si.

    REGGATTA DE BLANC
    1979
    Por Fabio Cavalcanti




    Após chamar atenção com a influência de reggae no seu som, o The Police resolveu escancarar ainda mais essa "misturinha" no seu segundo álbum, como podemos notar no experimentalismo solto da faixa-título "Reggatta De Blanc", e na divertida "Walking on the Moon". Em alguns momentos mais "regueiros", a banda perde um pouco daquela pegada mais urgente e vibrante, mas este álbum ainda é um ótimo exemplar da capacidade de variação musical do trio.

    ZENTAYATTA MONDATTA
    1980
    Por Fabio Cavalcanti




    Em seu terceiro álbum, temos um legítimo resumo daquilo que é o The Police, visto que a sua já citada mistura musical foi utilizada aqui da melhor forma possível, trazendo uma dinâmica interessante e até então inédita para o grupo. A simplicidade de "Don't Stand So Close To Me" contagia até hoje, e "Driven To Tears" ainda consegue ser uma das faixas mais intrigantes do trio. Se você deseja conhecer o trabalho de Sting e sua trupe através de um único álbum, este é o disco certo pra você!

    GHOST IN THE MACHINE
    1981
    Por Fabio Cavalcanti




    Com medo de ficar preso àquele som que, para o bem ou para o mal, já estava se transformando em uma fórmula pronta, o The Police resolveu arriscar um pouco mais em seu quarto trabalho. A mudança fica bem clara no uso de sintetizadores, e letras que alternam entre viagens "futuristas" e questões sociais. O único ponto fraco aqui é o pequeno destaque de Andy Summers e Stewart Copeland, o que evidencia a importância dos dois no grupo.

    SYNCHRONICITY
    1983
    Por Fabio Cavalcanti




    Este pode não ser o trabalho mais divertido da banda, mas certamente é o mais ousado, super produzido e heterogêneo de toda a sua discografia! Temos um pouco de tudo: pop/rock, rock alternativo, new wave, jazz fusion, etc... Por sinal, o enorme sucesso deste álbum - graças ao 'hit' "Every Breath You Take" - faz um contraponto perfeito com a certa falta de rumo musical do grupo, o que faz deste um excelente "canto do cisne" para o The Police. O fim não poderia ser mais conveniente...



Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Discografias

Outras Resenhas