Resenha do Cd Mr. Lennon / Vários

MR. LENNON title=

MR. LENNON
VÁRIOS
2010


Por Anderson Nascimento

Em oito de dezembro de 2001, saía pelo selo “Geléia Geral” de Gilberto Gil, o disco “Dê Uma Chance à Paz”, com grandes nomes da MPB brasileira prestando uma homenagem à John Lennon. O referido disco acabou sumindo das prateleiras pouco tempo depois de lançado, tornando-se rapidamente peça de colecionador. Agora, em homenagem aos setenta anos de idade, e trinta da morte do Beatle mais político, o álbum volta às lojas pelo selo Discobertas, com um novo material gráfico, e uma nova idéia: a de fazer parte do projeto “Dupla Fantasia”, incluindo nesse contexto o disco “Mrs. Lennon”, já resenhado no Galeria Musical, com canções da viúva Yoko Ono, interpretadas por cantoras brasileiras.

Um dos fatos que torna esse relançamento especial é o de que as músicas contidas nesse álbum foram gravadas exclusivamente para o lançamento original, não estando disponíveis nos álbuns dos artistas.

E o time de peso que regrava algumas das mais emblemáticas canções de Lennon inclui, entre outros, Nando Reis, Cássia Eller, Lobão, Gil & Milton, Herbert Vianna, Zélia Duncan, Lulu Santos, Zeca Baleiro, Paulinho Moska e até o mutante Arnaldo Baptista.

Como legado dessas músicas, que já contam com quase dez anos, temos regravações definitivas para canções como “Woman Is The Nigger Of The World” com a sempre saudososa Cássia Eller, em uma versão mais bem trabalhada do que a mesma costumava fazer em seus shows. Assim como “Instant Karma!”, em uma versão matadora, que não poderia ter sido regravada por outra pessoa além do próprio Lobão.

É desse disco também a união de Gilberto Gil e Milton Nascimento, dois dos maiores nomes da MPB em todos os tempos, para cantar o maior clássico de John Lennon, que se tornou uma espécie de hino da humanidade, a sonhadora e pacifista “Imagine”.

Algumas canções fogem do formato polido, e apostam em climas mais alternativos, como o próprio John costumava fazer ao longo de sua carreira. Nesse caso está o gênio Arnaldo Baptista, acompanhado de Charles Gavin e Andreas Kisser, com “Give Peace a Chance”. Nessa linha ainda figuram João Barone, baterista dos Paralamas do Sucesso, com uma versão eletrônica de “Tomorrow Never Knows”.

Outro aspecto que vai agradar à quem ainda não conhece o álbum, é a escolha do repertório que resgata canções não muito conhecidas do público em geral como “I Know” com interpretação de Herbert Vianna e “Bless You”, em uma versão absolutamente maravilhosa com Toni Platão.

Para os apreciadores da obra dos Beatles e de Lennon, e, sobretudo, da música brasileira, este álbum representa um documento histórico, que já vai completar dez anos de maturidade, com um refinado tratamento às canções de John Lennon, resultando em um trabalho sério e à altura da brilhante carreira de John Lennon.

Resenha Publicada em 06/06/2010





Esta resenha foi lida 909 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Livros


Outras Resenhas