Resenha do Cd Tributo à Cazuza / Vários

TRIBUTO À CAZUZA title=

TRIBUTO À CAZUZA
VÁRIOS
2009


Por Cyro Salgado

Era 1983, quando Caetano Veloso incluiu Todo Amor Que Houver Nessa Vida no espetáculo Uns . Na ocasião, o cantor apontou Cazuza como um dos maiores poetas daquela louca geração. Certamente, uma opinião avalizada por Ney Matogrosso, que gravara Pro Dia Nascer Feliz um ano antes. Em maio de 2008, tanto o gênio tropicalista quanto o inclassificável intérprete voltaram a homenagear o colega, que saiu de cena precocemente, aos 32 anos, em 1990.

Gravados em um palco armado em Copacabana, no Rio, o CD e o DVD Tributo a Cazuza chegaram recentemente às lojas pela Som Livre . Idealizado para celebrar os 50 anos do poeta, o espetáculo contou não apenas com Ney e Caetano, mas também com Angela Ro Ro, Zélia Duncan, George Israel, Sandra de Sá, Preta Gil, Paulo Ricardo, Rodrigo Santos, Arnaldo Brandão, Leoni e Gabriel, O Pensador. Ex-colega de Barão Vermelho, Frejat não marcou presença na homenagem, que abriu espaço ainda para artistas menos conhecidos pelo grande público, como Liah e Gabriel Thomaz.

Dos 14 números apresentados no CD - todos incluídos no DVD, com exceção de Vida Louca Vida - merecem destaque a versão de Caetano para Maior Abandonado e, claro, as performances de Ney em Por Que a Gente É Assim? e Pro Dia Nascer Feliz . Na voz inconfundível de Zélia, Vem Comigo e O Tempo Não Pára - ao lado de Brandão - ganharam frescor. No entanto, os melhores momentos da apresentação foram protagonizados por Ro Ro , que interpretou Todo Amor Que Houver Nessa Vida e Malandragem - canção que Cazuza e Frejat ofereceram à cantora em 1988, mas ela recusou.

Além das 20 canções captadas em Copacabana, o DVD Tributo a Cazuza traz, nos extras, uma segunda versão de Pro Dia Nascer Feliz , com a presença de todo o elenco no palco. Há ainda um previsível, porém válido, conjunto de entrevistas com personagens que conviveram com Cazuza. Apesar de abundantes no mercado, poucos tributos ao poeta trazem tantos momentos interessantes. Das faltas, a única imperdoável está na ausência de Minha Flor, Meu Bebê , apresentada por Caetano no espetáculo realizado em 2008, mas estranhamente excluída tanto do CD quanto do DVD.

-------
Retirado do site Site PALCO BR

Resenha Publicada em 20/03/2009





Esta resenha foi lida 935 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Livros


Outras Resenhas