Resenha do Cd Beatles 67 Vol.1 / Vários

BEATLES 67 VOL.1 title=

BEATLES 67 VOL.1
VÁRIOS
2010


Por Anderson Nascimento

Em 2007, por conta dos então quarenta anos de lançamento do álbum “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band”, saía em meio digital um projeto de releituras do álbum capitaneado por Guga Bruno, baixista da banda “Lasciva Lula”, onde quinze bandas do cenário independente releram na íntegra o álbum mais psicodélico dos Beatles, além de “Strawberry Fileds Forever” e “Penny Lane”, gravadas nas seções do magistral álbum, mas lançadas em single pouco antes do LP.

Agora em 2010, o álbum é relançado, só que desta vez em formato físico, ao contrário do que aconteceu três anos antes, quando o lançamento se deu apenas no formato virtual. Este lançamento, agora pelo selo Discobertas, acaba sendo importante por convergir com outros projetos especiais do selo, onde estão sendo lançados uma série de tributos aos álbuns dos Beatles, e por também dar ao projeto original o tradicional formato físico, que ainda é uma mídia incomparável em termos de consumo de música.

As gravações agradam em cheio, pois são bandas e artistas jovens recriando as canções que continuam fazendo a cabeça de milhões de outras pessoas que idolatram os Beatles e seus álbuns.

O fator surpresa se dá logo no início ao ouvir uma versão diferente de qualquer cover já feito da música “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band”, onde a banda “Madame Mim” interpreta a canção com alguns trechos em espanhol em uma versão hiper-alternativa.

A já conhecida banda “Moptop” faz uma deliciosa versão pop de “With a Little Help From My Friends”. O mesmo o corre na sequência com a banda Columbia, vocal feminino, interpretação doce e pop como um sorvete de casquinha.

Os “Filhos da Judith”, banda que se tornou famosa mais recentemente por acompanhar o “Tremendão” Erasmo Carlos na turnê e gravação de seu último disco “Rock and Roll”, mandam uma esperta versão de “Getting Better”, em um dos melhores momentos do álbum.

O cantor Apoena, faz uma versão de complexo arranjo e de alma roqueira de tirar o fôlego em “Fixing a Hole”. Seguido pelo cantor Eduardo XuXu, que também se destaca fazendo uma versão a lá “Álbum Branco” de “She´s Leaving Home”, e a mudança de roupagem faz imaginar como essa música seria se tivesse sido gravada um ano mais tarde pelos Beatles.

Algumas versões incorporam a idéia original tal qual foram gravadas no disco dos Beatles, como é o caso da banda já bastante conhecida “Leela”, que dá as caras com “Being for The Benefit of Mr. Kite”, reproduzindo a idéia circense original. O mesmo ocorre com Paula Marchesini na boa versão de “When I´m Sixty Four”, e também na bela banda “Fuzzcas”, que da mesma forma manda uma versão bem próxima da original de “Lovely Rita”. Já a banda do idealizador do projeto original, “Lasiva Lula”, dá tons mais Rock and Roll para “Good Morning, Good Morning”.

A canção “Within You, Without You”, que aprendi a gostar com o passar do tempo, fica mais pop com a banda “Prot(o)”. E a banda “Monutube” também foge do óbvio ao produzir uma versão melancólica de “Sgt. Peppers (Reprise)”, para abrir espaço para a bela versão de “A Day In The Life” feita pela finada banda “Reverse”.

Como bônus temos as duas músicas que iniciaram as gravações do álbum “Sgt. Peppers” e que foram lançadas como single na época, a fim de dar uma amostra de como ia ser a nova sonoridade que os Beatles estavam preparando. Aqui resgatadas por Tom Bloch com “Strawbery Fields Forever” e a banda Phonorama com “Penny Lane”.

Um belo resgate de um álbum que merecia estar nas prateleiras há tempos, e novamente o selo Discobertas de Marcelo Fróes está de parabéns.

Resenha Publicada em 18/06/2010





Esta resenha foi lida 1320 vezes.




Busca por Artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





Outras Resenhas do Artista

CDs


DVDs


Livros


Outras Resenhas